Alguém quer ti falar hoje

Postado em Atualizado em

Nossas vidas são tão ocupadas com os afazeres deste mundo que nos esquecemos das coisas que realmente tem valor. Quando tropeçamos, esquecemos que alguém está nos segurando para não cairmos. Procuramos alguém que nos compreenda e nos aceite do jeito que somos, e esquecemos que ele está bem pertinho de nós. Mas nossa “cegueira” espiritual não nos deixa vê-lo. “Cristo nos aceita como somos, mas quando ele nos aceita, não podemos permanecer como somos.” (Walter Trobisch)

Seu amor quer modificar nossa rotina em algo que preencha completamente nosso ser e nos dê razão de viver. Este amor não é algo parecido com nossos sentimentos que mudam conforme o nosso “astral”. Este amor não é um sentimento que acaba ou tem limites. O amor dele é ágape, uma ação sacrificial, que age para o bem, independentemente do comportamento do outro. O amor nunca acaba, mas os sentimentos humanos alternam de um dia para o outro.

Estamos tão preocupados com nossa “proteção” que esquecemos que alguém nos guarda e protege como Sua propriedade exclusiva. Há tantas formas de proteção hoje em dia e muitos estão preocupados com a sua segurança, mas “se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam” (Sl 127:1). Devemos nos preocupar primeiramente com quem estamos andando, onde estamos indo e o que estamos fazendo. A conseqüência disso será o fator que mostrará se estamos buscando aquele que a tudo pode. Nada é maior do que Ele. Tudo está sob seu olhar atento e que não vacila (Salmo 12:1-8). É a Ele que devemos entregar a guarda de nossas vidas.


Quantas vezes questionamos algo que aconteceu ou está acontecendo conosco, sem antes pararmos e meditarmos se não é resultado de nossa própria má conduta. Queremos o melhor para nós, mas esquecemos que alguém nos ensina que primeiramente precisamos fazer o bem aos outros. Nossas orações devem ser primeiramente direcionadas as pessoas que nos rodeiam, mas na maioria das vezes fazemos nossas orações egoisticamente pensando apenas em nós mesmos. Quando recebemos nossa renda será que é oferta a Deus que primeiramente pensamos? Quando vemos alguém em dificuldade apenas dizemos: “vá com Deus, que Ele possa te abençoar”. Queremos o melhor, mas estamos buscando o melhor para nossas vidas? Na hora de decidir entre as coisas do mundo e as coisas de Deus, qual escolhemos? Quando vamos a um evento secular nos preparamos, mas e quando vamos a uma reunião de adoração ao Senhor, nos preparemos também? Na hora de decidir entre ficar fiel ou “experimentar” os prazeres transitórios do pecado, qual escolhemos? Temos colocado em oração nossos desejos, metas e planos em relação à evangelização, edificação, família, trabalho, namoro, casamento, aquisição de algum bem, etc.? Ele quer o melhor para nós, busquemos então o que é melhor.

Alguém maravilhoso anda conosco, mas na maioria das vezes não o vemos. Algo precioso já habita em nós, mas não conseguimos sentir a diferença. Nossos olhos foram abertos, mas continuamos a não enxergar a sua beleza. Nossos corações foram preenchidos com o mais puro e verdadeiro amor, mas ainda continuamos com sentimentos negativos em relação ao nosso próximo. Nossos ouvidos foram limpos, mas teimamos em ouvir coisas que não nos convém. O que tem impedido de desfrutarmos das preciosidades que recebemos, trocando-as por coisas que não tem valor algum; e que acabam nos tirando do alvo de agradar a Deus? Será que de fato estamos deixando este alguém precioso nos transformar, mudando nossos costumes, comportamento e modo de pensar. Descubramos o seu valor e deixemo-lo mudar e transformar nossas vidas.

Quem é este que nos ama incondicionalmente? Quem é este que se preocupa conosco, mesmo quando nos esquecemos dele? Quem é este que quer o melhor para nós, apesar de não sabermos o que é melhor? Quem é este que nos protege 24 horas por dia? Já descobriu?

A resposta é Jesus, o Emanuel, Deus conosco! Ele nos ama; Ele nos sustenta; Ele dá livremente; Ele nos guarda! Ele é o Senhor dos senhores e Rei dos reis. Deixemos Jesus preencher nossas vidas! Deixemos Jesus cuidar de nós! Deixemos Jesus mostrar o que é melhor! Deixemos Jesus nos proteger! Ele quer nos falar hoje! Que possamos abrir nossos corações para Ele entrar, e ouvir Sua poderosa voz com suavidade, abrindo nossos olhos para ver Sua beleza, Sua majestade, Seu amor e Sua vontade!

Veja o que Jesus quer nos falar hoje:

“Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Marcos 12:31): este amor é o ágape de Deus. Ele não busca seus próprios interesses, mas os dos outros. Ele não busca primeiramente seu próprio bem, mas os dos outros. Ele não diz: “depois eu vejo o que posso fazer”, mas, em vez disso ele diz prontamente: “em que posso te ajudar; em que posso ser útil”. Amar o próximo é a vontade de Jesus para as nossas vidas. Seja gentil; seja prestativo; seja útil. Procuremos amar além do nosso círculo de amizades. Retiremos as barreiras e preconceitos que impedem de amarmos verdadeiramente uns aos outros. Façamos cada um a sua parte. Comece com você. Ame o teu próximo, e “nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.” (Filipenses 2:3,4).

 Ele também quer nos dizer:

“Já não estou no mundo, mas eles continuam no mundo, ao passo que eu vou para junto de ti. Pai santo, guarda-os em teu nome, que me deste, para que eles sejam um, assim como nós.” (João 17:11): a nossa proteção não está em nada neste mundo, mas no poder e o amor de Deus. Nossa confiança deve estar depositada completamente nisto, pois Ele é o Senhor eterno, o Criador de todas as coisas. Somos de Deus e Ele protegerá Sua propriedade de toda forma de mal. “Olho para os montes e pergunto: ‘De onde virá o meu socorro?’  O meu socorro vem do Deus Eterno, que fez o céu e a terra. Ele, o seu protetor, está sempre alerta e não deixará que você caia. O protetor do povo de Israel nunca dorme, nem cochila. O Deus Eterno guardará você; ele está sempre ao seu lado para protegê-lo. O Eterno o guardará você de todo perigo; ele protegerá a sua vida. Ele o guardará quando você for e quando voltar, agora e sempre.” (Salmo 121:1-5,7,8 NTLH). Mas é preciso andar em comunhão com Ele para que a Sua proteção esteja sobre nós, ou seja, é preciso ter um relacionamento íntimo e continuo com o Senhor em harmonia e obediência, pois “o Eterno protege os que o amam, mas destruirá todos os maus.” (Salmo 145:20 NTLH).  E ainda “aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai, que me enviou.” (João 14:21,24).

Jesus também nos diz:

“Quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva;” (Mateus 20:26):  Jesus nos chamou para servi-lo e servir uns aos outros. Se já entendemos o que Ele quer nos dizer hoje, sabemos que devemos dar o melhor para os nossos irmãos, pois, “nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos. Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade.”  (1 João 3:16-18). O nosso melhor é dar a nossa vida em favor dos outros.

E por fim, concluímos:

“Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé; para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte; para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos.” (Filipenses 3:8-11): a presença de Jesus em nossas vidas é o maior tesouro que temos. Paulo perdeu tudo que tinha por causa dEle e considerou refugo (algo que não serve pra nada) comparando-se com a majestade e a beleza de Cristo. Temos deixado de lado todas aquelas coisas que antes dávamos valor para ficar com Jesus? Temos permitido que palavras “chulas” e torpes, pensamentos impuros e negativos, e atitudes irreverentes e egoístas tomem parte do nosso dia-a-dia novamente? Então é preciso mudar, pois para se ter à presença atuante e gloriosa de Cristo em nossas vidas é preciso considerar todas essas coisas como refugo e jogá-las fora. Precisamos ser iguais ao nosso Senhor. Precisamos espelhar Cristo em nós, e só há uma maneira para que isso aconteça: a obediência aos seus mandamentos, praticar o que Ele ordenou, e por fim deixar que o Espírito Santo trabalhe nossas vidas, ou seja, “todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.” (2 Coríntios 3:18).

Deixemos o Espírito Santo agir livremente em nós, olhando para Cristo todos os dias, para que você e eu sejamos transformados na imagem dEle e Deus seja glorificado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s