Meditação – Mateus 10:39

Quem acha, perde. Quem perde, acha

mateus-1039

“Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida por minha causa achá-la-á.” (Mateus 10:39)

 

– Para ser digno de Jesus é preciso pegar a sua própria cruz e segui-lo; além de amá-lo mais do que qualquer pessoa, inclusive familiares, nesta vida (Mateus 10:37,38). Agora, Jesus desafia-nos a entregar totalmente nossas vidas em suas mãos. Aliás, para carregar a nossa própria cruz e amá-lo mais do que os entes queridos é preciso nos entregar 100%. Quem quer preservar sua vida, não está ganhando-a, está, na verdade, perdendo-a.

Quem não se arrisca como cristão, ou seja, não vai onde o Senhor manda e não faz o que Ele pede, está na verdade se preservando e perdendo a sua vida. Se Ele mandou amarmos uns aos outros e não amamos, estamos perdendo a vida. Se não estamos dispostos a enfrentar zombaria, oposição, perseguição e até mesmo açoites, não iremos dar testemunho da verdade; não falaremos da nossa convicção e certeza das coisas de Deus e não alertaremos as pessoas de seus pecados e o risco que correm de serem condenadas por causa deles. Consequentemente estaremos perdendo a nossa vida. Neste caso, estaremos preservando nossas vidas das tribulações que sobrevêm aos que obedecem ao evangelho de Cristo, porque o mundo e suas concupiscências, não aceitam o modo de viver cristão, pois “todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.” (2 Timóteo 3:12).

Viver piedosamente é ter zelo, dedicação, obediência e amor para com Deus e a Sua vontade. No início da igreja, ser cristão significa literalmente morrer, perder a vida por causa de Jesus (2 Coríntios 4:8-12). Havia uma entrega total dos cristãos ao Senhor e eles não se importavam em perder esta vida, pois sabiam que o viver era Cristo e o morrer lucro (Filipenses 1:21; 1 Timóteo 6:6). Lucro porque quem perde a sua vida aqui neste mundo, dizendo não ao pecado e suas concupiscências por causa de Jesus, acha a vida eterna e o galardão nos céus (Mateus 5:12). Busquemos pois incondicionalmente a vontade de Deus para acharmos a verdadeira vida.

 

Cristãos piedosos

O cristão não fica procurando apoio fora da Palavra de Deus para satisfazer sua própria vontade, “antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite” (Salmo 1:2). Ele medita, compreende e busca praticar a Palavra para ter atitudes que agradam a Deus. Ele a guarda em seu coração, para andar em santidade de vida: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Salmo 119:11). O cristão busca intensamente conhecer a vontade de seu Senhor: “Consumida está a minha alma por desejar, incessantemente, os teus juízos” (Salmo 119:20). Ele suplica a Deus que tire a “cegueira” de seus olhos para contemplar a Sua Palavra: “Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei” (Salmo 119:18). Seu coração está voltado para o Senhor, e assim, ele o busca ao invés de fugir dEle: “De todo o coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos” (Salmo 119.10).

 

Continue lendo

Meditação – 1 Pedro 3:10

Refreie a língua

 

“Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente” (1 Pedro 3:10)

 

– Como Tiago diz em sua carta, a língua é um pequenino órgão, mas capaz de causar grandes estragos (3:5,6). Relacionamentos são quebrados; amizades são abaladas; e as conseqüências são desastrosas.

Pedro diz: “refreie”! Domine! Domine com freio de falar mal dos outros; de dar falso testemunho; de provocar desunião; de colocar irmão contra irmão. O apóstolo também diz: “evite”! Fuja! Impeça que seus lábios defraudem alguém; que fale enganosamente.

Por quê? Porque quem ama sua vida e quer viver em paz e alegria com Deus, precisa fugir destas coisas. Vamos sempre lembrar daquilo que aborrece ao Senhor e Sua alma abomina (Leia Provérbios 6:16-19). Creio que não queremos que Deus se aborreça conosco e muito menos que sua alma abomine nossas palavras, atitudes e pensamentos.

Saibamos ouvir (Tiago 1:19)! Saibamos falar (Colossenses 4:6; Efésios 4:29)! Saibamos agir (Colossenses 3:17)! Saibamos como tratar os outros (Mateus 7:12)! A conseqüência disto: uma vida de amor, alegria e aprovação de Deus. 

Meditação – João 10:10

Eu vim para que tenham vida

“O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.” (João 10:10)

 

– É verdade, a “função” do ladrão é esta mesmo; ele rouba, ele mata e ele destrói; e muitos têm sofrido com esse mal, que a milhares de anos atormenta as pessoas. Jesus faz ao contrário; Ele nos dá vida, Ele a dá livremente e Ele a dá em abundância.

O ladrão atormenta; Jesus conforta. O ladrão nos tira o sono; Jesus nos faz repousar em pastos verdejantes. O ladrão destrói e aniquila vidas; Jesus traz harmonia entre corpo, alma e espírito.

É fútil resistir a um ladrão; ele mata, ele rouba, ele destrói. É loucura resistir a Jesus; Ele ama, Ele cuida, Ele é a vida.

Jesus oferece uma vida que nada neste mundo pode dar. Uma vida em abundância; uma vida que não tem fim; uma vida transbordante de amor, paz e alegria.

 

Desfrutemos desde já esta vida eterna ao lado de Jesus.

Paralelo do amor

Paralelo do amorCântico utilizado: “O amor é sempre vencedor”

“O amor tem atos lindos, sim! Mas, nem sempre
os atos tem amor”

– se eu amo, eu obedeço!
– se eu amo, eu confio!
– se eu amo, eu respeito!
– se eu amo, eu pratico!
– se eu amo, eu honro!
– se eu amo, eu cuido!
– se eu amo, eu coopero!

“Amar é aceitar o teu próximo como a ti mesmo…”
– se eu amo, eu não faço acepção!
– se eu amo, eu não julgo!
– se eu amo, eu não condeno!
– se eu amo, eu não trato mal!
– se eu amo, eu não quero mal!
– se eu amo, eu não zombo!

“… assim como Eu vos tenho amado.”
– Jesus morreu por nós!
– Jesus cuida de nós!
– Jesus nos sustenta!
– Jesus nos guarda!
– Jesus nos guia!
– Jesus nos ensina!
– Jesus nos conforta!

“Deveis vós amar-vos também.”
– se eu amo, eu dou a minha vida!
– se eu amo, eu cuido!
– se eu amo, eu sustento!
– se eu amo, eu guardo!
– se eu amo, eu guio!
– se eu amo, eu ensino!
– se eu amo, eu conforto!

“Se tiverdes todo esse amor, e os conflitos deixareis atrás.”
– se eu tiver esse amor, eu não cobrarei mais!
– se eu tiver esse amor, eu não guardarei mágoas!
– se eu tiver esse amor, eu não voltarei para as coisas passadas!
– se eu tiver esse amor, eu não serei implacável!
– se eu tiver esse amor, eu não serei maldoso!
– se eu tiver esse amor, eu não serei injusto!
– se eu tiver esse o amor, eu perdoarei!

“Lembre-se terás todo esse Céu e com Deus irás viver.”
– Sem lágrimas!
– Sem dor!
– Sem amargura!
– Sem mágoas!
– Sem ressentimentos!
– Sem rancor!
– Sem ódio!

“O amor é sempre vencedor; ele é puro, ele é sofredor.”
– Que eu vença pelo o amor!
– Que eu vença pela pureza!
– Que eu vença por ser fiel!
– Que eu vença por ser fidedigno!
– Que eu vença por ser tolerante!
– Que eu vença por ser verdadeiro!
– Que eu vença por ser sincero!

“Muito mais que tudo que há no mundo e jamais se acabará.”
(1 Coríntios 13:4-7)
– O amor é paciente e bondoso!
– O amor não é invejoso e nem orgulhoso!
– O amor não é arrogante e nem grosseiro!
– O amor não é exigente!
– O amor não é irritadiço!
– O amor não fica satisfeito com a injustiça!
– O amor alegra-se com a verdade!
– O amor nunca desiste e perde a fé!
– O amor tem sempre esperança e persevera!

Se eu amo, eu obedeço o que Jesus me mandou fazer:
“Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.” (João 13:34)

Se eu amo, faço brilhar a luz que retira as trevas da minha vida:
“Todavia, vos escrevo novo mandamento, aquilo que é verdadeiro nele e em vós, porque as trevas se vão dissipando, e a verdadeira luz já brilha.” (1 João 2:8)

Se eu amo, é porque eu sou amado:
“Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Nós amamos porque ele nos amou primeiro.” (1 João 4:10,19)