Mandamentos não penosos

Mandamentos não penosos

João disse que os mandamentos de Deus [para cristãos, a sã doutrina do Senhor Jesus Cristo] não são coisas ruins de serem praticadas, e nem coisas que nos trarão angustia ou tristeza; muito pelo contrário na observância e pratica de sua vontade, encontraremos paz, regozijo, a aprovação de Deus e o amadurecimento na fé.

O apóstolo escreveu:

“Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos.” (1 João 5:3)

Continue lendo

Anúncios

O cansaço que tem cura

Jesus e a ovelha - 1

Em agosto de 1930, Joseph Crater, com 45 anos de idade, despediu-se dos amigos num restaurante de Nova Iorque, entrou num táxi e foi embora. Nunca mais se ouviu falar dele. Cinqüenta anos de investigações e pesquisas ofereceram inúmeras teorias, mas nenhuma conclusão. Desde que Crater era um bem-sucedido juiz do Supremo Tribunal de Nova Iorque, muitos suspeitaram de assassinato; entretanto, nenhuma pista sólida jamais foi descoberta. Outras opções surgiram: sequestro, envolvimento com a máfia, e até mesmo suicídio. Uma busca em seu apartamento revelou esta pista: um bilhete e um cheque, ambos em nome da esposa. A quantia escrita no cheque era de grande valor e o bilhete dizia simplesmente: “estou cansado demais. Com amor, Joe”.

A nota talvez não passasse de um pensamento no final de um dia duro. Ou, quem sabe significasse muito mais – poderia ser o epitáfio de um homem desesperado. O cansaço pesa. Não é o cansaço físico provocado pelo esforço de um serviço braçal, por exemplo; nem ao esgotamento mental que se segue a um dia de decisões e reflexões difíceis. Nada disso. O cansaço que atacou o juiz Crater é bem pior.

Trata-se do cansaço que surge pouco antes de você desistir por completo. É o pai desanimado, a criança abandonada, o aposentado com os dias contados. É aquele ponto na vida em que a motivação desaparece, filhos ficam adultos, perde-se o emprego, o cônjuge morre. O resultado é cansaço – profundo, solitário, frustrado. Só um homem na história afirmou ter uma resposta para esse cansaço. Ele se coloca diante de todos os Joseph ‘Craters’ do mundo com a mesma promessa: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28). – Ver nota no final!

Continue lendo

Meditação – Mateus 11:30

O meu jugo é suave

 

“Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.” (Mateus 11:30)


– Ao entregarmos nossas vidas nas mãos de Jesus, não estaremos sob um jugo de maldade e intolerância, mas de amor, compreensão e justiça.

A suavidade de seu jugo é o que todos precisamos para obedecer fielmente. Estar sob o jugo de Cristo é obedece-lo e amá-lo mais do que a própria vida (Lucas 14:26,27,33).

Estar sob seu jugo é aceitar sua autoridade como dono de nossas vidas; como o verdadeiro e único Senhor (Lucas 6:46-49; João 15:12-14).