Jesus

Quem é Jesus? Nesta mensagem reunimos diversas passagens bíblicas que respondem esta questão, que vez ou outra circunda a sociedade mundial em termos gerais. Existem aqueles que consideram Jesus um profeta de Deus; outros, um mensageiro especial; e ainda, um líder cristão, dentre outras especulações. Porém, aqui, a própria palavra de Deus – “a própria Bíblia explica a Bíblia” -, responderá esta questão tão importante para existência humana na terra e seu destino eterno. Quem é Jesus? A Bíblia responde:

Jesus é Deus: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. A vida estava nele e a vida era a luz dos homens.” (João 1:1-4)

Continue lendo

Anúncios

Metamorfose

metamorfose

No mundo animal (insetos e anfíbios), metamorfose, “é uma mudança na forma e na estrutura do corpo bem como um crescimento e uma diferenciação, dos estados juvenis ou larvares, até chegarem ao estado adulto”. A palavra metamorfose vem do grego “metamórṗhosis”, formada pelos radicais ‘meta’ (prefixo), “mudar“, mais ‘morpho’ (sufixo), “forma”. Exemplificando, metamorfose é a transformação total de um ser (indivíduo em relação ao nosso caso), mudança de forma: é água em vinho; noite em dia; trevas em luz; criança em adulto; pecador em justo.

Continue lendo

Frutos segundo a árvore

Sierra Exif JPEG

Atualmente, muitos fazem inúmeras coisas em nome de Jesus, mas não aquilo que Ele realmente quer. Os frutos vistos não são compatíveis com a árvore; é só comparar com as sagradas escrituras e comprovar a discrepância. Jesus é a videira, mas o que se vê não são uvas, mas espinhos e abrolhos.

“Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos?” (Mateus 7.16)


Jesus disse: “Eu sou a videira; vós sois os ramos. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” (João 15:5)

Se os frutos são diferentes da semente que os originou, ela foi adulterada ou morta, resultando em um fruto falso ou em nada. Para fazer alguma coisa conforme a vontade de Deus é necessário e indispensável estar em Cristo, pois sem Ele nada podemos fazer. O resultado disso serão frutos segundo a árvore originária, frutificando a semente pura do evangelho semeada em nossos corações!

Os milagres bíblicos e a fé em Cristo hoje

“Disse-lhe Jesus [a Tomé]: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram. Na verdade, fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (João 20.29-31).

Os milagres registrados na Bíblia tiveram cinco propósitos básicos: 1) Provar a fonte da mensagem (que era de Deus); 2) Provar que Jesus tinha poder para perdoar pecados; 3) Introduzir uma nova doutrina (a de Cristo); 4) Confirmar as credenciais dos apóstolos (autênticos mensageiros de Cristo); 5) Confirmar a palavra pregada pelos apóstolos.


Continue lendo

Eles falam em nome de Deus

Muitos enganam as pessoas falando em nome de Deus, mas nada de Deus. Jesus, porém, falava em nome de Deus; tudo que Ele ensinou e viveu provinha do Pai:

“E aquele que me enviou está comigo, não me deixou só, porque eu faço sempre o que lhe agrada.” (João 8:29)
“Porque eu não tenho falado por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, esse me tem prescrito o que dizer e o que anunciar.” (João 12:49)
“Quem não me ama não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai, que me enviou.” (João 14:24).

Apesar de seu testemunho irrepreensível, muitos murmuravam dele e hoje não é diferente.

Continue lendo