Obediência

Excelente obra

Postado em Atualizado em

O profeta Elias, assim como Moisés, dentre outros homens, serviram a Deus até sua velhice. Elias, que praticamente já estava aposentado dos serviços ao SENHOR, retornou a ativa quando o filho do rei Acabe, o rei Acazias começou a governar em Israel, tendo este, insultado sobremaneira a Deus consultando um deus pagão chamado “Baal-Zebube” (2 Reis 1:1-4), deus de Ecrom. Moisés, também em avançada idade, guiou o povo de Deus rumo a terra prometida.

Leia o resto deste post »

Anúncios

Optando pela verdade

Postado em Atualizado em

O rei Acabe além de jogar e brincar com a verdade, ele também a rejeitou. Quando sentenciou a Micaías – profeta genuíno de Deus – ao cárcere, ordenando angustia-lo “com escassez de pão e de água” (1 Reis 22:27), ele por fim rejeitou a verdade da palavra de Deus, convicto que voltaria são e salvo da batalha contra os Sírios; ele disse: “até que eu volte em paz” (1 Reis 22:27).

Leia o resto deste post »

Vigiando em oração

Postado em Atualizado em

O dia de Cristo virá como um ladrão – e este, ninguém espera. De forma geral, a humanidade também não espera a volta do Rei dos reis, o SENHOR Jesus Cristo – que virá em glória – , mesmo entre aqueles que falam dele, mas nada sobre Ele.

“Mas já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração; tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados” (1 Pedro 4:7,8)

Leia o resto deste post »

Sofrendo por Cristo

Postado em Atualizado em

É necessário ter ciência que o sofrimento faz parte da vida cristã. É necessário saber também, que nossa pátria não é aqui, mas nos céus, pois estamos neste mundo de passagem – peregrinos numa terra estranha.

O apóstolo inspirado escreveu: “porque, se for da vontade de Deus, é melhor que sofrais por praticardes o que é bom do que praticando o mal.” (1 Pedro 3:17)

Leia o resto deste post »

Mandamentos não penosos

Postado em Atualizado em

Mandamentos não penososJoão disse que os mandamentos de Deus [para cristãos, a sã doutrina do Senhor Jesus Cristo] não são coisas ruins de serem praticadas, e nem coisas que nos trarão angustia ou tristeza; muito pelo contrário na observância e pratica de sua vontade, encontraremos paz, regozijo, a aprovação de Deus e o amadurecimento na fé.

O apóstolo escreveu:

“Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos.” (1 João 5:3)

Leia o resto deste post »