O pecado consciente

Antes de entrar propriamente dito no tema, precisamos saber o que é pecado, entender seu conceito na Bíblia, e a gravidade das consequências geradas por ele.

Introdução

Pecado (gr. “harmatias”) significa literalmente “errar”, no sentido de errar ou não atingir um alvo. A palavra era utilizada no mundo antigo para descrever um erro cometido. Quando um arqueiro grego errava o alvo, dizia-se que ele havia “pecado”. Como exemplo na atualidade podemos citar: “o advogado pecou ao argumentar sobre a defesa do acusado.”

Continuar lendo

Jesus vencedor

Jesus entrando em Jerusalém

– Nosso Senhor é vencedor! Jesus é Deus, e portanto, eterno. Ele existia antes do tempo, e de toda a criação, a existência do universo, do mundo e da terra, o planeta onde vivemos. Aliás, por meio dEle, todas a coisas foram criadas por Deus (João 1:1-4); e Ele sustenta todas as coisas pela palavra do seu poder (Hebreus 1:1-4).

Pelo desígnio de Deus Pai, Jesus se tornou homem, esvaziando de sua glória e andou entre nós cheio de graça e verdade. Ele nasceu de uma virgem, uma serva de Deus fiel a sua vontade, dando-lhe a luz num estábulo, porque Ele era o Cordeiro de Deus para tirar o pecado do mundo (1 João 2:2).

Continuar lendo

Jesus, o precursor da promessa de Deus

Jesus, o precursor I

Prólogo

Hebreus é uma carta escrita primeiramente aos cristãos judeus que estavam querendo voltar ao antigo sistema, já abolido pelo seu cumprimento por meio de Jesus – Ele veio, viveu e cumpriu a Lei, dando um fim a ela, estabelecendo uma Nova Aliança entre Deus e os homens; e consequentemente, sua doutrina, ensinada exaustivamente pelos apóstolos, em especial, pelo apóstolo Paulo. Hebreus não registra seu autor, mas ele mostra e declara a superioridade de Jesus sobre tudo e todos relacionados a Antiga Aliança: anjos, Moisés, profetas, Arão, etc.

Continuar lendo

Jesus é Deus

Jesus sobre as aguas Ia

Hebreus é uma carta que foi direcionada aos judeus que haviam se convertido a Cristo, mostrando a supremacia dele em relação a todas as coisas que eles se apegavam na Antiga Aliança: os anjos, Moisés, Arão, os profetas, etc.

Estes cristãos judeus estavam recuando na fé em Jesus, querendo voltar ao judaísmo por causa da perseguição que estavam sofrendo. Na carta, o autor salienta que o caminho que estão agora, é o único que leva a salvação.

Continuar lendo

A seara é grande

A seara é grande

“Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor. E, então, se dirigiu a seus discípulos: A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara.” (Mateus 9:36-38)

O quadro não mudou! As multidões continuam sem pastor, e os trabalhadores são poucos. Creio que as súplicas de muitos irmãos acontecem, talvez não na quantidade e persistência que deveriam acontecer, porém, os trabalhadores que deveriam se apresentar, não se apresentam. Podemos citar alguns exemplos: ——————————— Continuar lendo