Serviço

Agrade ao SENHOR

Postado em Atualizado em

O profeta Elias era “o exército de um só homem” de Deus, porque ele era o homem de Deus em Israel, e também o homem do fogo; aquele pelo qual Deus agia poderosamente (2 Reis 1:9,10).

Nos embates contra os homens do rei Acazias, Elias agiu só, mas não estava sozinho, Ele estava com Deus e Deus estava com ele – um capitão, mais cinquenta soldados enviados por Acazias não retornaram, pois foram consumidos pelo “fogo do céu”; depois, mais um capitão com mais cinquenta soldados, também foram consumidos. Por fim, Acazias enviou mais um capitão, e este de joelhos suplicou ao “homem de Deus” por sua vida e de seus cinquenta soldados – Elias então desceu com eles para encontrar com o rei (2 Reis 1:2-16).

Leia o resto deste post »

Anúncios

Mordomos da casa de Deus

Postado em Atualizado em

O apóstolo Pedro chama aqueles que servem a Cristo de despenseiros, mas estes precisam ser bons, “bons despenseiros”; Ele escreveu: “servindo uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus” (1 Pedro 4:10).

Leia o resto deste post »

Mar de rosas

Postado em Atualizado em

Muitos entram no caminho da fé em Cristo pensando que navegará em um mar de rosas a vida inteira, e quando a primeira prova vem, abandonam o barco. Porém, esquecem que quando Jesus entra no “barco”, a tempestade pode vir, mas ela passa: “E subiu para o barco para estar com eles, e o vento cessou. Ficaram entre si atônitos” (Marcos 6:51).

“Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam.” (Tiago 1:12)

Provação fez parte do cotidiano daqueles que serviram a Deus, e inúmeros fatos estão descritos em Sua palavra. Abraão, Noé, o apóstolo Paulo, dentre outros servos de Deus, e o próprio Senhor Jesus Cristo, passaram por provas e foram aprovados segundo seu testemunho, fé e obediência ao Pai eterno.

Leia o resto deste post »

Inércia

Postado em Atualizado em

Inércia: A inimiga dos cristãos

Há uma “força”, ou como poderíamos dizer de forma figurada, “entidade”, que o inimigo usa de forma avassaladora contra cristãos; ela se chama “Inércia”. Conforme o dicionário Priberam, inércia quer dizer: 1) Falta de movimento ou de atividade; 2) Preguiça, indolência; 3) [Física] Propriedade dos corpos que não podem, de per si, alterar o seu repouso ou o seu movimento; 4) [Física] Resistência de um corpo ao movimento ou ao repouso. Pois bem, com estes significados a inércia faz seus estragos, e terríveis, diga-se de passagem, na vida de muitos cristãos, tornando-se iguais a ela: inertes. O resultado disso é a inoperância. A inércia é contagiosa, se alastra de forma rápida e perigosa como uma doença fatal. A inércia, geralmente, é como o fermento, que mesmo em pouca quantidade, leveda toda a massa.

Leia o resto deste post »

Zeloso de boas obras

Postado em Atualizado em

“Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniquidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras.” (Tito 2:11-14)

É triste como alguns tratam as coisas de Deus – aquelas “coisas que Deus providenciou para nos mantermos salvos”, conforme dizia o saudoso irmão e amigo Carlos Ferreira.

Jeremias disse palavras fortes àqueles que não tem o devido zelo no serviço prestado a Deus: “Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR relaxadamente!” (48:10a)

Leia o resto deste post »