Excelente obra

O profeta Elias, assim como Moisés, dentre outros homens, serviram a Deus até sua velhice. Elias, que praticamente já estava aposentado dos serviços ao SENHOR, retornou a ativa quando o filho do rei Acabe, o rei Acazias começou a governar em Israel, tendo este, insultado sobremaneira a Deus consultando um deus pagão chamado “Baal-Zebube” (2 Reis 1:1-4), deus de Ecrom. Moisés, também em avançada idade, guiou o povo de Deus rumo a terra prometida.

Continue lendo

Anúncios

É inútil resistir

O episódio narrado em 2 Reis 1:9-12 entre o profeta Elias – “o homem de Deus” – e o rei Acazias, através de seus homens enviados por ele [primeiramente, um capitão, mais cinquenta soldados; e depois repetido o número de homens, totalizando, dois capitães e cem soldados consumidos pelo “fogo do céu”] pode chamar a atenção e ser chocante para muitos; porém devemos lembrar que Elias estava realizando a obra de Deus.

Continue lendo

Agrade ao SENHOR

O profeta Elias era “o exército de um só homem” de Deus, porque ele era o homem de Deus em Israel, e também o homem do fogo; aquele pelo qual Deus agia poderosamente (2 Reis 1:9,10).

Nos embates contra os homens do rei Acazias, Elias agiu só, mas não estava sozinho, Ele estava com Deus e Deus estava com ele – um capitão, mais cinquenta soldados enviados por Acazias não retornaram, pois foram consumidos pelo “fogo do céu”; depois, mais um capitão com mais cinquenta soldados, também foram consumidos. Por fim, Acazias enviou mais um capitão, e este de joelhos suplicou ao “homem de Deus” por sua vida e de seus cinquenta soldados – Elias então desceu com eles para encontrar com o rei (2 Reis 1:2-16).

Continue lendo

O servo subiu; o Senhor morreu

“Indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho. O que vendo Eliseu, clamou: Meu pai, meu pai, carros de Israel e seus cavaleiros! E nunca mais o viu; e, tomando as suas vestes, rasgou-as em duas partes.” (2 Reis 2:11,12)

Já pensou no esplendor deste episódio com o profeta Elias? Que privilégios teve este homem de Deus, juntamente com outro abençoado varão, Enoque (Gênesis 5:21-24). Ser elevado aos céus sem passar pelas agruras da morte física, deve ser uma experiência espetacular. Elias teve uma vida e um fim extraordinários, conforme mencionou David Roper em seu estudo sobre este profeta do SENHOR. Porém Jesus, o SENHOR dos senhores, teve uma vida, no mínimo, igualmente extraordinária aqui na terra, mas teve um fim terrivelmente trágico. Deus se fez homem para ser tragicamente morto.

Continue lendo

Aptidão

“Havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que eu te faça, antes que seja tomado de ti. Disse Eliseu: Peço-te que me toque por herança porção dobrada do teu espírito.” (2 Reis 2:9)

Aptidão! Um dicionário define assim: Qualidade de apto, capacidade, inclinação, disposição. E Apto quer dizer: Capaz, hábil, idôneo. Deus buscou alguém para substituir Elias e Ele viu em Eliseu aptidão para servi-lo.

O profeta Elias foi até Eliseu e este não hesitou em aceitar o chamado. Eliseu era o homem o qual Deus buscava; ele era capaz, hábil e idôneo para assumir o compromisso com o Senhor e a responsabilidade com Sua obra.

Continue lendo