A impiedade dos homens

“A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça; porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.” (Romanos 1:18,19)

A impiedade é cada vez maior entre os homens; e dessa forma buscam solução onde não há solução. Como diz aquele belo cântico: “Ao sentir um mundo ao meu redor, nada vi que pudesse ser real. Percebi que todos buscam paz, porém, em vão, pois naquilo que procuram, não há solução. Só em Jesus, a paz real eu pude encontrar. O seu amor pude experimentar. Me entreguei a Cristo e a vida eterna vou gozar.” Onde está a solução? A solução para as enfermidades da alma e do espírito está em Cristo e Sua Palavra. Certa vez ouvi um sermão onde o pregador disse: “o mundo está igual ou pior aos tempos de Noé e Sodoma e Gomorra.” Será? Creio que sim!

Continue lendo

Anúncios

Meditação – Efésios 2:1-3

Ele nos deu vida

 

Efesios-21-3“Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais.” (Efésios 2:1-3)

 

– A vida está em Cristo e fora dele só há morte. O pecado gera morte e como diz Paulo “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). Antes de Cristo, estávamos como todos aqueles que não o conhecem, vivos na carne, porém, mortos espiritualmente; andávamos sem rumo, sem esperança e sem propósito, perdidos em nossas transgressões contra Deus. Nosso caminho era no “curso deste mundo”; o curso que leva a perdição e a condenação por causa do pecado.

Não nos enganemos “o mundo inteiro jaz no Maligno” (1 João 5:19) e só em Cristo é possível a salvação. Os homens andam segundo suas paixões e desejos desenfreados da carne. São dominados pelo poder do pecado, mas em Cristo encontramos a libertação do domínio da corrupção moral e física, e passamos a ser guiados pelo Espírito Santo, que passa a habitar naqueles obedecem ao chamado do Senhor.

Na carne somos inclinados as coisas do mundo, visíveis e perecíveis, como as delícias e prazeres corrompidos que ele pode oferecer. Pelo Espírito, somos inclinados a buscar as coisas lá do alto, que são invisíveis aos nossos olhos, mas são eternas e nos leva ao perdão e a misericórdia de Deus.

Deixemos a desobediência do pecado, “olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus” (Hebreus 12:2), “que nos livra da ira vindoura” (1 Tessalonicenses 1:10).

 

Meditação – Efésios 4:26

Irai-vos e não pequeis

“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo.” (Efésios 4:26,27)

– É possível que em determinados momentos nos iremos. A ira nem sempre é pecado. Em várias ocasiões, Deus se irou com as atitudes rebeldes e idólatras de seu povo na antiga aliança. O próprio Jesus irou-se com a transformação do pátio exterior do templo de adoração em um mercado de ambulantes. A ira de Deus cairá sobre aqueles que não lhe obedecem.

Este versículo nos alerta a quando irarmos em determinada situação, ela não nos faça pecar. Como vimos nos exemplos acima, a ira em certas ocasiões e lugares é adequada. Que iremos contra o pecado, não contra o pecador. Que iremos contra as atitudes que destroem as pessoas física e espiritualmente. Quando estivermos irados, não pequemos, mas que possamos resolver a situação a luz das escrituras e o quanto antes possível, antes que “se ponha o sol”.

Devemos tomar cuidado com a ira, pois ela diminui a resistência espiritual e nos tornamos alvos fáceis para o inimigo. Quando sentirmos que estamos chegando a este ponto, precisamos-nos “retirar” para um local tranquilo, esfriar a cabeça e orar a Deus, não dando “lugar ao diabo”.

Meditação – Naum 1:3a

O Senhor é tardio em irar-se

“O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder e jamais inocenta o culpado;” (Naum 1:3a)

– O profeta Naum nos alerta a não abusar da longanimidade e a justiça de Deus. Devemos andar de tal modo que nossas condutas não levante a ira do Senhor contra nós. É preciso haver arrependimento e a remissão de pecados se quisermos ser favorecidos pela justiça de Deus.

Seu imenso poder será usado para justificar o pecador arrependido e nunca aquele que anda segundo os desejos desenfreados da carne e não quer arrepender-se.

Deus é justo e poderoso para nos salvar. Ele quer nos transbordar de Sua graça; Ele quer exercer Sua misericórdia sobre nós. Cheguemos a Ele, humildes e arrependidos de nossos pecados para que, pela Sua justiça, sejamos salvos.