Luzeiros

Luzeiros no mundo

Postado em Atualizado em

Ser luzeiros é o desafio dos cristãos neste mundo tomado pela perversidade e corrupção. Os filhos de Deus precisam resplandecer como luzeiros; ser luz em meio as trevas, trevas de pecado; irreverência, destemor e idolatria.

Leia o resto deste post »

Anúncios

Casamentos cristãos

Postado em Atualizado em

Casamentos cristãos: “luzeiros no mundo”

Se existe uma área que os cristãos podem e devem ser luz (é claro que em todas as outras) é o casamento, devido a forma que estão corrompendo e transformando esta instituição divina no mundo.

O matrimônio entre os cristãos deve ser luzeiro em meio a uma negridão de trevas de pecado no mundo: Adultério; divórcio; falta de amor; infidelidade; descompromisso; desconsideração; desarmonia; ódio; magoas, que geram rancor e amargura; brutalidade; indiferença; violência verbal e física; etc., – algumas das “obras” vistas em inúmeros casamentos feitos e desfeitos.

“Fazei tudo sem murmurações nem contendas, para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente.” (Filipenses 2.14-16)

Leia o resto deste post »

Meditação – Filipenses 2:14-16

Postado em Atualizado em

Fazei tudo sem murmurações

 

Flilpenses-214-16“Fazei tudo sem murmurações nem contendas, para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente.” (Filipenses 2:14-16)

 

– Encontramos aqui uma chave para nos tornarmos cristãos autênticos: “Fazei tudo sem murmurações nem contendas”. Mas o que é murmurar? Murmurar é difamar, cochichar, resmungar, queixar-se em voz baixa ou conversar às escondidas de alguém. O apóstolo Paulo foi enfático ao dizer que precisamos fazer tudo sem murmuração, ou seja, naquilo que vamos fazer para Deus, devemos fazê-lo com gratidão em nossos corações.

Geralmente resmungamos quando temos que fazer algo que nos desagrada, mas que é o certo a fazer. Precisamos lembrar que muitas coisas que Deus nos pede, são muito difíceis e são poucos que realmente fazem. Tem algo que o Senhor pediu pra você fazer, mas ainda não o fez ou tem murmurado em relação a isso?

Paulo também diz para fazermos tudo sem contendas. Contender é brigar, rivalizar, competir, contrapor-se. Jesus não nos chamou para brigar uns com os outros, “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Efésios 6:12). Muitos querem servir a Deus contendendo com os outros; sempre criando rixas e discussões vãs, que não levam a lugar algum, a não ser a própria contenda. Mas Jesus nos chamou para amar como Ele amou; servir como Ele serviu; e andar como Ele andou.

Precisamos agir de maneira que ninguém precise nos repreender. Precisamos falar a verdade uns com os outros, mesmo que isso nos faça sofrer. Precisamos agir de tal forma que ninguém tenha razão em nos culpar. Dessa maneira seremos luz para o mundo e não trevas. Seremos aqueles que preservam a Palavra de Cristo e praticam os seus ensinamentos.

O apóstolo Paulo se esforçou sobremaneira em seu serviço a Deus: em vós, a esperança da glória; o qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo; para isso é que eu também me afadigo, esforçando-me o mais possível, segundo a sua eficácia que opera eficientemente em mim (Colossenses 1:27b-29). Que batalhemos “diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos” (Judas 1:3).