Aptidão

“Havendo eles passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que eu te faça, antes que seja tomado de ti. Disse Eliseu: Peço-te que me toque por herança porção dobrada do teu espírito.” (2 Reis 2:9)

Aptidão! Um dicionário define assim: Qualidade de apto, capacidade, inclinação, disposição. E Apto quer dizer: Capaz, hábil, idôneo. Deus buscou alguém para substituir Elias e Ele viu em Eliseu aptidão para servi-lo.

O profeta Elias foi até Eliseu e este não hesitou em aceitar o chamado. Eliseu era o homem o qual Deus buscava; ele era capaz, hábil e idôneo para assumir o compromisso com o Senhor e a responsabilidade com Sua obra.

Continue lendo

Anúncios

Meditação – Efésios 2:8,9

Mediante a fé

Efesios-289

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.” (Efésios 2:8,9)

 

– Por mais que trabalhemos em prol da causa de Cristo aqui na terra, não fazemos mais do que aquilo que nos foi ordenado e por isso fazemos “apenas o que devíamos fazer” (Lucas 17:10). Por mais que nos esforcemos, nunca poderemos salvar a nós mesmos, pois a salvação vem pela graça, o dom supremo do amor e bondade de Deus.

A graça é um presente, um dom imerecido, e o Senhor nos dá livremente sem merecermos. Na verdade, o que merecíamos era a condenação, por causa de nossas transgressões, porque “todos se extraviaram e juntamente se corromperam” (Salmo 53:3a). Mesmo a fé que mediante ela somos salvos pela graça, vem de Deus, porque é Ele “quem efetua em nós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade” (Filipenses 2:13).

A fé vem por ouvir a Palavra de Deus; ela nos move a crer nEle, nos fazendo arrepender de nossos pecados e confessarmos Jesus como Filho de Deus – nosso único Senhor e Salvador -, e por fim, somos imersos nas águas para remissão de pecados. Daí adiante passamos a ter uma nova consciência, uma nova vida e um novo relacionamento com Deus em obediência, temor e santidade. Somos movidos pela fé – a fé que salva -, porque sem ela “é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6).

Portanto, por mais obras que façamos para Deus, isso não irá nos salvar, pois todo o processo de redenção e tudo que recebemos de Deus, vem pela sua graça, “não de obras, para que ninguém se glorie.” Que isto seja um estímulo para continuarmos firmes e abundantes na obra do Senhor aqui na terra, para que todos conheçam o amor, a graça e a misericórdia de Deus dadas em Jesus Cristo.

Meditação – 2 Pedro 2:7,8

Livrando os justos

 

Ló“e livrou o justo Ló, afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados (porque este justo, pelo que via e ouvia quando habitava entre eles, atormentava a sua alma justa, cada dia, por causa das obras iníquas daqueles),” (2 Pedro 2:7,8)

 

– A respeito dos antigos é dito: “homens dos quais o mundo não era digno” (Hebreus 11:38a). O autor de Hebreus descreveu em todo capítulo 11, a trajetória daqueles que – apesar de estarem sob a antiga aliança – viveram por convicção e certeza da existência e promessas de Deus; uma fé operante e obediente. Vidas de completa devoção, entrega e amor a Deus. Vidas consagradas, justas e piedosas, que sofreram amargamente por causa de sua fé inigualável.

Ló é um desses personagens reais, que foi atormentado e afligido pela conduta ímpia dos habitantes de sua cidade; carregados de iniqüidade no proceder e no pensar. Numa cidade repleta de libertinagem, Ló “reinava” sozinho com sua conduta santa, e como diz a passagem: justa.

Apesar de todo o sofrimento que Ló passava por causa das atitudes vergonhosas de seus compatriotas, Abraão, seu tio, ainda suplicou por diversas vezes ao Senhor para salvar as cidades (Sodoma e Gomorra), mas sabemos que não aconteceu, pois não havia a justiça de Deus naqueles lugares.

Muitas vezes nos sentimos afligidos e atormentados com as atitudes libertinas ao nosso redor. O mundo está corrompido pelo pecado e quer sim quer não, aqueles que querem viver justa e piedosamente diante de Deus, sofrerão; mas sabemos também que Deus livra os seus filhos – na hora certa – de tais sofrimentos. O Senhor livrou Ló e com certeza livrará a todos que tenham uma comunhão íntima de santidade, pureza e amor com Ele.