O sinal da aliança de Deus

images (3)
“Estabeleço a minha aliança convosco: não será mais destruída toda carne por águas de dilúvio, nem mais haverá dilúvio para destruir a terra. Este é o sinal da minha aliança que faço entre mim e vós e entre todos os seres viventes que estão convosco, para perpétuas gerações: porei nas nuvens o meu arco; será por sinal da aliança entre mim e a terra.” (Gênesis 9:11-13)

– Já fez um acordo com alguém e na hora “H” não houve cumprimento? Como seres humanos não estamos isentos de deixar de cumprir nossos compromissos. Mas, e uma aliança? Nosso Deus é um Deus de alianças. Ele gosta disso. No princípio o Senhor fez uma aliança com os seres humanos dando-lhes sentenças que deveriam ser cumpridas por cada um dos sexos. Também Ele fez com que homem e mulher fizessem uma aliança entre eles tornando uma só carne. Deus continua suas alianças, agora com seu servo Abraão, prometendo-lhe uma descendência como as estrelas do céu. Mais tarde, o Senhor fez Sua grande aliança com seu povo escolhido dando-lhes uma lei através de seu servo Moisés; e finalmente, Deus fez uma nova aliança, definitiva, através de seu Filho Jesus com todos os seres humanos, dando-lhes a oportunidade de serem salvos da condenação eterna.

Confirmamos pela passagem em questão que Deus cumpre suas promessas. Em nossos dias podemos desfrutar desta aliança feita com todos os seres viventes logo após a destruição dos perversos pelo dilúvio. A vida de seu servo Noé e sua família foram poupadas. O arco íris está aí pra todo mundo ver.

Deus não quebra alianças, pois uma aliança não pode ser quebrada. Hoje observamos a inversão de valores entre homens e mulheres; observamos também, homens e mulheres quebrando o inquebrável, a aliança matrimonial. Existem religiões totalmente fora da vontade de Deus; enquanto percebemos o desejo humano sobressair ao desejo de Deus. Além disso, confirmamos muitos praticando coisas não autorizadas pelo Senhor ou misturando a velha aliança com a nova. E finalmente, hoje presenciamos muitos trazendo o mundo para igreja, quando deveria ser ao contrário: levar o conhecimento de Cristo para o mundo.

Em suma, em vista de todas estas coisas, sejamos como Deus, que não quebra aquilo que é inquebrável.