Meditação – João 12:26

Postado em Atualizado em

Servindo e seguindo Jesus

 

joao-1226“Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará.” (João 12:26)

 

– Onde está o mestre, ali o discípulo também estará. Jesus é o nosso Mestre, porque Ele é aquele que nos ensina, tanto pelo Seu reto ensino, como pelo Seu exemplo perfeito. Na verdade, Jesus é o Mestre dos mestres; assim como Ele é o Senhor dos senhores e o Médico dos médicos. Jesus é o Senhor, porque Ele tem o senhorio, ou seja, Ele sabe todas as coisas e pode todas as coisas; Ele é Deus, o Emanuel, Deus conosco.

Se desejamos ser seus servos, precisamos segui-lo. Porém, Jesus nos deixou a forma de como fazê-lo: 1º – Ele deve ser o único Senhor de nossas vidas (Mateus 6:24); 2º – Nosso compromisso não pode ser superficial ou momentâneo, mas integral, pois haverá grandes dificuldades que nos desafiarão (Mateus 8:21,22). 3º – Nosso amor a Ele deve estar em primeiro lugar (Lucas 15:26); 4º – Devemos estar dispostos e preparados para renunciar tudo por causa dEle (Lucas 15:27-33); 5º – Devemos desapegar das coisas deste mundo, porque são perecíveis e podem nos levar a ruína (Mateus 19:16-22); 6º – Alimentar-se dEle como o verdadeiro pão da vida, o único que pode nos dar a vida eterna (João 6:47-58).

No discurso de Jesus em João 6, muitos dos seus discípulos o abandonaram, pois não suportaram a verdadeira realidade de segui-lo (vers. 60-66). O Senhor então se dirigiu aos apóstolos e lhes pôs a prova: “Porventura, quereis também vós outros retirar-vos?” (João 6:67). A resposta de Pedro deve ser a nossa: “Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus” (João 6:68,69).

Sabemos que os apóstolos cambalearam e se amedrontaram por muitas vezes, principalmente após a prisão de Jesus; até o ponto de o negarem. Mas sabemos também que eles permaneceram fiéis ao chamado do Senhor, após sua morte e ressurreição, e perseveraram até o fim enfrentando todo tipo de tribulação e até mesmo a morte por causa de Jesus. E nós, estamos prontos para sermos honrados pelo Pai?

“Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará.” (João 12:26)

Anúncios

5 comentários em “Meditação – João 12:26

    Carlos Santana disse:
    29 outubro, 2012 às 17:10

    Poucos estão dispostos a seguir ao Mestre verdadeiramente! Que nós estejamos entre esses poucos! Um abraço fraternal!

    Luiz disse:
    16 outubro, 2014 às 16:05

    Muito bom

    Affonso Ligori Conceição disse:
    16 junho, 2017 às 17:39

    Jesus foi o Espírito mais perfeito que a Terra conheceu, mas não era Deus, pois foi ele mesmo que disse: – Pai afasta de mim este cálice. E quem era o Pai a quem Ele se referia, senão Deus?

      Elcio Marcio disse:
      16 junho, 2017 às 21:27

      Prezado Affonso, obrigado por seu comentário. A própria escritura, no entanto, testifica que Jesus é Deus! Veja: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o VERBO ERA DEUS. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. A vida estava nele e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.” (João 1:1-5)

      Elcio Marcio disse:
      16 junho, 2017 às 21:31

      Veja estas, dentre outras passagens, que declaram que Jesus é Deus:

      Jesus disse: “Antes que Abraão fosse, eu sou” (João 8:58)
      “O Filho do homem dá vida a quem ele quer” (João 5:21)
      Jesus disse: “Eu e o Pai somos um” (João 10:30)

      “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo. Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas, tendo-se tornado tão superior aos anjos quanto herdou mais excelente nome do que eles. Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho? E, novamente, ao introduzir o Primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.” (Hebreus 1:1-6)

      Jesus é “herdeiro de todas as coisas”, Ele “fez o universo”; é “o resplendor da glória e a expressão exata do” Ser de Deus Pai; Ele sustenta “todas as coisas pela palavra do seu poder”; e está assentado “à direita da Majestade, nas alturas”. E por fim, se só Deus pode receber adoração, como então Jesus recebe adoração? (v. 6) Porque, juntamente com o Pai, Ele é Deus! O Deus Criador dos céus e da terra é Deus trino ou triúno, três pessoas divinas, Pai, Filho e Espírito Santo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s