Quando se joga com a verdade

Postado em Atualizado em


“E, vindo ele [Micaías] ao rei, este lhe perguntou: Micaías, iremos a Ramote-Gileade à peleja ou deixaremos de ir? Ele lhe respondeu: Sobe e triunfarás, porque o SENHOR a entregará nas mãos do rei” (1 Reis 22:15).

O profeta de Deus, Micaías, praticamente, repetiu ao rei de Israel as mesmas palavras ditas pelos seus profetas (22:6) a respeito da batalha para retomar a cidade de Ramote-Gileade que estava em poder dos Sírios, que se situava ao leste do rio Jordão, e era onde o profeta Elias residia.

O rei Acabe fazia um jogo, onde ele envolvia o seus próprios profetas, o bom rei de Judá, Josafá e agora, o profeta Micaías, que só foi chamado porque Josafá queria ouvir de um profeta de Deus – um verdadeiro profeta de Deus – a confirmação das predições já ditas pelos profetas de Acabe a respeito do combate.

Lembremos como agia um verdadeiro profeta de Deus: “Respondeu Micaías: Tão certo como vive o SENHOR, o que o SENHOR me disser, isso falarei” (1 Reis 22:14).

A verdade é que as palavras dos profetas de Acabe tinham sentido duplo: “Sobe, porque o Senhor a entregará nas mãos do rei (1 Reis 22:6). Podemos notar em uma boa versão bíblica como a ARA, que Senhor aqui não é o SENHOR de 22:14. Quando é Deus, lemos SENHOR, quando é outro senhor, é Senhor. Então qual Senhor “entregará nas mãos do rei”? Qual rei, Acabe ou o da Síria? Conhecemos a resposta lendo 1 Reis 22:29-38 confirmando as palavras de Micaías em 22:15: “o SENHOR… entregará” Acabe “nas mãos do rei” da Síria.

O profeta Micaías “entrou” no jogo de Acabe. “Entrou”, mas não entrou. Entrou, mas sabia o que estava fazendo. Ele estava convicto e preparado para o “jogo” que o rei de Israel estava promovendo o qual Deus reprovava (2 Crônicas 19:2). Micaías veio ao encontro do rei munido da “espada do Espírito, que é a palavra de Deus” (Efésios 6:17). Ele era o homem de Deus naquele momento; era o instrumento nas mãos do SENHOR para levar a Sua Palavra e a Sua vontade. Micaías estava preparado para a batalha; por isso entrou no “jogo”. Ele estava com o SENHOR e o SENHOR estava com ele. O profeta preveniu Acabe, mas o rei não lhe deu ouvidos (1 Reis 22:19-28).

Isto deve nos dar alguns alertas: 1º – Só devemos entrar em situações onde estamos convictos e preparados para o que vamos enfrentar. 2º – Não devemos entrar em situações que sabemos que iremos perder, ou seja, não temos o devido preparo para enfrentar – o inimigo tem a sua força e não conseguiremos vencer sem a ajuda de Deus. 3º – Uma frase muito conhecida em nosso meio, mas pouco apreciada é: “Se for chamado, vá; mas não vá se não for chamado”. Tanto é errado ser chamado por Deus e não ir, como não ser chamado por Deus e ir. Eu e Deus sabemos o que se passa nas 24 horas no meu dia. Você e Deus sabem o que se passa nas 24 horas de seu dia, pois Deus é “aquele que sonda mentes e corações,” e dará “a cada um segundo as vossas obras” (Apocalipse 2:23).

Deus sabe se temos uma vida cristã pura ou não. Deus sabe se temos santidade de vida ou não. Deus sabe se estamos aptos ou não para o trabalho dEle. Deus sabe quantos tem ido a frente com preparo ou sem preparo, ou seja, vida consagrada e separada das contaminações e influências do mundo. Enfim, de Deus nada se pode esconder (Marcos 4:22). Portanto, sejamos como Micaías, preparados “para toda boa obra” purificando dos erros, sendo “utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor” (2 Timóteo 2:21).

Palavras para guardar: Purificação, Preparação e Consagração

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s