Rejeitando a verdade

Postado em Atualizado em


Nublado - 4“Então, disse o rei de Israel: Tomai Micaías e devolvei-o a Amom, governador da cidade, e a Joás, filho do rei; e direis: Assim diz o rei: Metei este homem na casa do cárcere e angustiai-o, com escassez de pão e de água, até que eu volte em paz” (1 Reis 22:26, 27).

O rei Acabe rejeitou a verdade. Não sabemos todos os motivos, mas o que sabemos é que ele rejeitou a Palavra do Senhor por intermédio do profeta Micaías por causa de seu coração perverso e corrompido pela mentira. Ele não acreditou nas predições de Micaías (1 Reis 22:17-28), onde ele morreria em combate na cidade de Ramote-Gileade. Por isso o rei mandou o profeta embora dizendo “até que eu volte em paz”, ou seja, convicto que ele não morreria na batalha.

Dois contrastes neste episódio:

Primeiro, a rejeição da verdade por um homem que deveria ser o guia de seu povo. O rei de Israel deveria defender a causa deste povo, e a sua causa deveria ser a causa de Deus. Mas sabemos que o povo, a não ser aqueles 7000 que não dobraram seus joelhos a Baal (1 Reis 19:18), adoravam este deus falso seguindo a causa de Acabe. Ele estava corrompido pela mentira e grandemente influenciado por sua pagã esposa Jezabel.

Segundo, a coragem de um homem defendendo a causa de Deus contra um rei e todo o seu “poder”, que claramente alimentava animosidade a sua pessoa, por não profetizar a seu “respeito o que é bom, mas somente o que é mau” (1 Reis 22:18). Micaías tinha que escolher entre agradar ao rei de Israel ou a Deus. Ele optou pela parte mais difícil que é agradar a Deus.

Porque mais difícil? Porque agradar a Deus sempre trará duras e difíceis conseqüências a quem optar em ser fiel aos seus desígnios num mundo de corrupção e mentira. Elias foi ameaçado de morte por Jezabel. Micaías ia voltar à prisão onde passaria fome e sede. João Batista foi decapitado por ser “a voz do que clama no deserto” endireitando “o caminho do Senhor” (João 1:23). E tantos outros profetas, apóstolos e servos de Deus que foram torturados e mortos por serem fiéis a Ele.  “Homens dos quais o mundo não era digno” (Hebreus 11:38). E nós, a quem estamos agradando?

Palavras para guardar: Defender (a causa de Cristo) e Fidelidade (a Deus)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s