Filho

O Pai não desiste

Postado em Atualizado em

Quando Deus nos fala, precisamos estar atentos para ouvir, entender e compreender o que Ele quer de cada um de nós. É preciso ouvir ao Senhor, pois Ele é o nosso Pai. Não podemos desprezar seus conselhos, ensinamentos e ordens. Não temos como questionar aquele que criou todas as coisas, inclusive nossas vidas. Ele sabe muito bem o que precisamos, como devemos ser e o que devemos fazer.

Na parábola do filho pródigo (Lucas 15:11-32), vemos um filho rebelde, que não escutava seu pai. Não dava a mínima para seus conselhos e ensinamentos. Abandonou sua família e foi viver uma vida de maneira desordenada, não se preocupando com as consequências de seus atos.

Leia o resto deste post »

Anúncios

Cristãos piedosos

Postado em Atualizado em

O cristão não fica procurando apoio fora da Palavra de Deus para satisfazer sua própria vontade, “antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite” (Salmo 1:2). Ele medita, compreende e busca praticar a Palavra para ter atitudes que agradam a Deus. Ele a guarda em seu coração, para andar em santidade de vida: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Salmo 119:11). O cristão busca intensamente conhecer a vontade de seu Senhor: “Consumida está a minha alma por desejar, incessantemente, os teus juízos” (Salmo 119:20). Ele suplica a Deus que tire a “cegueira” de seus olhos para contemplar a Sua Palavra: “Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei” (Salmo 119:18). Seu coração está voltado para o Senhor, e assim, ele o busca ao invés de fugir dEle: “De todo o coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos” (Salmo 119.10).

 

Leia o resto deste post »

Paralelo do amor

Postado em Atualizado em

Paralelo do amorCântico utilizado: “O amor é sempre vencedor”

“O amor tem atos lindos, sim! Mas, nem sempre
os atos tem amor”

– se eu amo, eu obedeço!
– se eu amo, eu confio!
– se eu amo, eu respeito!
– se eu amo, eu pratico!
– se eu amo, eu honro!
– se eu amo, eu cuido!
– se eu amo, eu coopero!

“Amar é aceitar o teu próximo como a ti mesmo…”
– se eu amo, eu não faço acepção!
– se eu amo, eu não julgo!
– se eu amo, eu não condeno!
– se eu amo, eu não trato mal!
– se eu amo, eu não quero mal!
– se eu amo, eu não zombo!

“… assim como Eu vos tenho amado.”
– Jesus morreu por nós!
– Jesus cuida de nós!
– Jesus nos sustenta!
– Jesus nos guarda!
– Jesus nos guia!
– Jesus nos ensina!
– Jesus nos conforta!

“Deveis vós amar-vos também.”
– se eu amo, eu dou a minha vida!
– se eu amo, eu cuido!
– se eu amo, eu sustento!
– se eu amo, eu guardo!
– se eu amo, eu guio!
– se eu amo, eu ensino!
– se eu amo, eu conforto!

“Se tiverdes todo esse amor, e os conflitos deixareis atrás.”
– se eu tiver esse amor, eu não cobrarei mais!
– se eu tiver esse amor, eu não guardarei mágoas!
– se eu tiver esse amor, eu não voltarei para as coisas passadas!
– se eu tiver esse amor, eu não serei implacável!
– se eu tiver esse amor, eu não serei maldoso!
– se eu tiver esse amor, eu não serei injusto!
– se eu tiver esse o amor, eu perdoarei!

“Lembre-se terás todo esse Céu e com Deus irás viver.”
– Sem lágrimas!
– Sem dor!
– Sem amargura!
– Sem mágoas!
– Sem ressentimentos!
– Sem rancor!
– Sem ódio!

“O amor é sempre vencedor; ele é puro, ele é sofredor.”
– Que eu vença pelo o amor!
– Que eu vença pela pureza!
– Que eu vença por ser fiel!
– Que eu vença por ser fidedigno!
– Que eu vença por ser tolerante!
– Que eu vença por ser verdadeiro!
– Que eu vença por ser sincero!

“Muito mais que tudo que há no mundo e jamais se acabará.”
(1 Coríntios 13:4-7)
– O amor é paciente e bondoso!
– O amor não é invejoso e nem orgulhoso!
– O amor não é arrogante e nem grosseiro!
– O amor não é exigente!
– O amor não é irritadiço!
– O amor não fica satisfeito com a injustiça!
– O amor alegra-se com a verdade!
– O amor nunca desiste e perde a fé!
– O amor tem sempre esperança e persevera!

Se eu amo, eu obedeço o que Jesus me mandou fazer:
“Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei, que também vos ameis uns aos outros.” (João 13:34)

Se eu amo, faço brilhar a luz que retira as trevas da minha vida:
“Todavia, vos escrevo novo mandamento, aquilo que é verdadeiro nele e em vós, porque as trevas se vão dissipando, e a verdadeira luz já brilha.” (1 João 2:8)

Se eu amo, é porque eu sou amado:
“Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados. Nós amamos porque ele nos amou primeiro.” (1 João 4:10,19)