Calando um pregador

Postado em Atualizado em

Existem duas formas de calar um pregador da palavra de Deus: Primeiro, ele se corromper e se acovardar, recuando, deixando de falar toda a verdade, e com o tempo abandonando-a por completo. Segundo, ele ser morto* – Não literalmente, como na Antiga Aliança e nem como no início da igreja, mas “matando-o” no coração, o isolando, pressionando e perseguindo até ele desistir e morrer espiritualmente.

Estêvão – o helenista – no final de seu desafiador discurso frente aos líderes judeus pronunciou: “Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis. Qual dos profetas vossos pais não perseguiram? Eles mataram os que anteriormente anunciavam a vinda do Justo, do qual vós agora vos tornastes traidores e assassinos, vós que recebestes a lei por ministério de anjos e não a guardastes. Ouvindo eles isto, enfureciam-se no seu coração e rilhavam os dentes contra ele. E apedrejavam Estêvão, que invocava e dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito!” (Atos 7:51-54,59)

A verdade incomoda aqueles que não tem compromisso com ela, e a maior parte do povo, infelizmente, prefere as ilusões e fábulas inventadas pelos homens. Eles valorizam os obreiros fraudulentos e falsos mestres em detrimento dos obreiros de Deus.

Dizem eles: “Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, profetizai-nos ilusões; desviai-vos do caminho, apartai-vos da vereda; não nos faleis mais do Santo de Israel.” (Isaías 30:10b,11)

O apóstolo Paulo alertou o jovem discípulo: “Haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas.” (2 Timóteo 4:3,4)

Muitos não se importam em ficar duas, três horas dentro de um cinema assistindo a um filme (geralmente, que não trará nenhum benefício espiritual pra eles); não se importam em ficar horas diante da TV assistindo nada; não reclamam em ficar todo o tempo normal, mais a prorrogação e os pênaltis em um jogo de futebol; mas se irritam sobremaneira com o sermão que passou poucos minutos do tempo, especialmente quando a verdade foi dita.

Paulo citando o ocorrido com os hebreus saídos da escravidão no Egito disse: “O povo assentou-se para comer e beber e levantou-se para divertir-se” (1 Coríntios 10:7b; veja Êxodo 32:6). O profeta Isaías, muitos anos mais tarde proferiu sobre o mesmo povo: “É só gozo e alegria que se vêem; matam-se bois, degolam-se ovelhas, come-se carne, bebe-se vinho e se diz: Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.” (22:13)

Enfim, Paulo exorta aos homens de Deus: “Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério” (2 Timóteo 4:5). “Tu,… fala o que convém à sã doutrina. Exorta e repreende também com toda a autoridade. Ninguém te despreze” (Tito 2:1,15).

O apóstolo quando estava correndo risco de morte por sua fidelidade a Jesus e ao evangelho perante o Sinédrio, recebeu esta exortação do Senhor a noite seguinte: “Coragem! Pois do modo por que deste testemunho a meu respeito em Jerusalém, assim importa que também o faças em Roma” (Atos 23:11).

Em suma, você homem de Deus, pregador da justiça, resista, seja fiel a Deus, persevere, confie nele e não se cale, pois o Senhor é contigo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s