O amor jamais acaba

Postado em Atualizado em

Se “o amor jamais acaba” (1 Coríntios 13:8), então porque muitos casamentos terminam em separações, divórcios e relacionamentos de fachada? (Estes parecem que está tudo bem olhando por fora, mas dentro de casa os casados mostram a verdadeira realidade de seu matrimônio).

Exemplo: muitos homens falam educadamente, são gentis e tratam bem os outros, especialmente as mulheres, mas quando chegam a suas casas tratam suas esposas de forma rude, seca e em certos casos com violência física – eles podem até enganar os de fora com sua maneira de agir, mas a Deus é impossível, e a mão do SENHOR pesará sobre eles se não se arrependerem pedirem perdão as suas esposas e mudarem de direção! Muitas mulheres também erram com seus maridos em determinadas situações. É preciso humildade para reconhecer o erro e mudar; e isto vale para todas as áreas da vida – Tiago em sua sabedoria disse: “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes” (Tiago 4:6).


Muitos casamentos terminam em separações e divórcios porque eles não amam, porque se amassem jamais se separariam. Como alguém pode dizer que ama se envolve com outra pessoa afetivamente? Como alguém pode dizer que ama se o trai com outra pessoa? Como alguém pode dizer que ama se não cuida? Como alguém pode dizer que ama se não sabe resolver os problemas com maturidade? Como alguém pode dizer que ama se não respeita o outro? Como alguém pode dizer que ama se trata mal ao seu cônjuge?

Um irmão certa vez em um estudo para casais indagou: “Eles casaram por amor; o amor era imenso. O noivo dizia: ‘Carrego um trem por ela’; a noiva dizia: ‘não suporto ficar mais longe dele’; e agora estão se destruindo dentro de casa. O que aconteceu? Aconteceu que eles não desenvolveram o casamento, não desenvolveram o casamento no amor, tendo como base o amor.”

Nossa vida cristã é para desenvolver, não para atrofiar, enfraquecer e acabar. O apóstolo Paulo ensinou: “Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade” (Filipenses 2:12,13). O mesmo deve ocorrer com o casamento.

Aplicando o princípio do sermão expositivo/aplicação na passagem de Filipenses em relação a vida conjugal temos: “Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes,” a Deus “não só” no início do namoro, “porém, muito mais agora,” casados, “desenvolvei a vossa” união conjugal realizada pelo SENHOR “com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade” perpetuando no amor o vosso matrimônio até que Deus vos chame.

O apóstolo Paulo disse que “o amor jamais acaba”, e é verdade, pois o amor verdadeiro aumenta e não diminui – quanto mais você convive, mais você ama, mais você deseja estar junto – momentos difíceis, tribulações e dificuldades nunca serão motivos para desistir, pois a força do amor os une para enfrentar juntos as barreiras e obstáculos que possam surgir. Se o amor uniu o casal, jamais ele acabará, pois o compromisso deles é pra toda vida, sendo que, primeiramente, seu compromisso é com Deus, o autor e consumador do casamento. Jesus seja o Senhor de seu matrimônio em todas as circunstâncias.

Se você casou, invista em seu casamento; cuide de seu jardim, da sua flor, da sua plantação; e não do jardim e plantação alheios. Adube, retire e combata as pragas, proteja das intempéries, regue e faça a poda com muito amor, para que sua “plantação” seja vistosa, sadia, forte e exuberante, exalando sempre o bom perfume que flui do amor de Deus.

O amor é maior que tudo (conf. 1 Coríntios 13:13), e nele devemos fundamentar nossa união matrimonial. Para aqueles que se amam, cada momento, cada situação e cada afazer é aproveitado como uma oportunidade para ficar junto, fazer juntos e se beneficiar da presença amável do outro. Que o SENHOR abençoe ricamente seu casamento!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s