Cuidado com as amizades

Josafá, rei de Judá, e Acabe, rei de Israel, eram amigos, inclusive eles tinham uma ligação muito forte com a união matrimonial de seu filhos, Jeroão e Atalia (2 Reis 8:18,27).

Sabemos que Josafá era um bom rei, diferentemente de Acabe que era um mau rei. A amizade entre os dois até então não tinha problemas, porém, Josafá ao aceitar o convite de Acabe para participar com ele na batalha contra os Sírios para retomar a cidade de Ramote-Gileade, cometeu um erro, pois preferiu agradar ao amigo do que agradar a Deus (1 Reis 22:4).

Continue lendo

Anúncios

Não te deixarei

“Quando estava o Senhor para tomar Elias ao céu por um redemoinho, Elias partiu de Gilgal em companhia de Eliseu. Disse Elias a Eliseu: Ficaste aqui, porque o Senhor me enviou a Betel. Respondeu Eliseu: Tão certo como vive o Senhor e vive a tua alma, não te deixarei. E, assim, desceram a Betel.” (2 Reis 2:1,2)

“Amigos são maravilhosos. ‘Não é bom que o homem esteja só’ (Gênesis 2:18). Precisamos de pessoas perto de nós para nos animar a fazer o que é certo – amigos como Jônatas, que fortaleceu a mão de Davi em Deus (1 Samuel 23:16; tradução literal). Muitos de nós encontramos os melhores amigos cristãos dentro da própria família carnal: um cônjuge cristão, pais cristãos ou filhos cristãos. Se soubéssemos que este seria nosso último dia na terra, iríamos querer estar com esses amigos, em cuja presença é mais fácil sermos bons.” (David Roper – em “Elias” estudo sobre o profeta publicado por “Verdade para hoje”)

Continue lendo

Amigos de Deus

Amigo - 1“Subiram o rei de Israel e Josafá, rei de Judá, a Ramote-Gileade.” (1 Reis 22:29).

Josafá tinha uma ligação muito forte com Acabe; seus filhos Jeroão e Atalia eram casados (2 Reis 8:18,27), tendo o rei de Judá se aparentado com o rei de Israel (2 Crônicas 18:1). Com certeza havia uma amizade entre os dois reis, mas nenhuma amizade pode ser maior que a amizade com Deus.

Primeiramente devemos ser amigos de Deus, ou seja, buscando agradá-lo fazendo a sua vontade e andando em conformidade com seus desígnios. Depois buscaremos agradar aos outros, desde que isso não nos tire da meta principal que é agradar ao Senhor (Atos 5:29; Romanos 15:2). Resumindo, devemos agradar aos outros agradando a Deus.

Josafá optou em agradar seu amigo, mas desagradou a Deus. Um bom rei comprometeu-se com um mau rei e em conseqüência quase perdeu a sua vida (1 Reis 22:32,33). Com certeza, o Senhor teve misericórdia de um bom coração, apesar de seu erro. Isto é um alento para nós, mas não podemos abusar.

Analisemos todas as situações a luz da verdade, optando sempre em agradar ao Senhor, mesmo que com isso percamos amizades. “Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte” (Provérbios 14:12).

Palavras para guardar: Analisar (pela verdade), Optar (por Deus) e Agradar (a Deus)

Meditação – Provérbios 16:28

Separando os maiores amigos

 

reconciliacao-1“O homem perverso espalha contendas, e o difamador separa os maiores amigos.” (Provérbios 16:28)

 

– Sendo “vítimas” ou não de algum problema com alguém, não podemos contar a todos o acontecido, pois Jesus nos ensina a procurar a própria pessoa para buscar a reconciliação (Mateus 5:23,24; 18:15). Muitos, ao invés de seguirem o ensinamento de Cristo, descrito nestas passagens de Mateus, preferem contar a outros, e desta forma, acabam criando contendas até mesmo entre amigos e irmãos. Espalhar contendas é atributo dos perversos, e separar amigos é atributo do difamador.

Procurar alguém maduro espiritualmente para se aconselhar quanto à questão é louvável; e um cristão maduro instruirá o outro a fazer o que é certo diante de Deus. Jesus foi muito claro ao dizer que se eu tenho algo contra alguém, eu preciso procurá-lo para resolver a questão (Mateus 18:15), e em contrapartida, se eu ficar sabendo ou lembrar que alguém tem algo contra mim, preciso agir da mesma forma (Mateus 5:23,24). Esta é a vontade de Jesus para todos os cidadãos do reino.

Concluímos então que pelo ensinamento do Senhor, tanto ofensor como ofendido em algum desentendimento, tem a responsabilidade de buscar a reconciliação.

Em um desentendimento, geralmente pensamos que o ofensor é quem precisa, ou tem a obrigação de buscar a reconciliação, mas Jesus diz que ela deve ser buscada por qualquer uma das partes (ofensor ou ofendido – conforme Mateus 5:23,24; 18:15). Esta é vontade de Deus, e quem irá contra ela?

Ser um autêntico seguidor de Cristo exigirá uma entrega total e abnegação para andar na profundidade de Seus ensinamentos. Quem anda na superficialidade da Palavra de Deus nunca experimentará os desafios da vida cristã e jamais amadurecerá na fé. É por isso que “estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7:14). “Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé” (Gálatas 6:10).

Não importa quando e quantas vezes já erramos, o importante é se conscientizar do que precisa ser feito e fazer a coisa certa. Fazer aquilo que agrada a Deus, glorifica seu nome e nos coloca em paz com Ele e com nosso semelhante (Romanos 12:17-19).

 

Onde está o amigo?

Onde está o amigo…

… quando precisamos dele? Presente.
… quando estamos tristes? Nos consolando.
… quando caímos? Nos levantando.
… quando falhamos? Nos compreendendo.
… quando temos medo? Nos encorajando.
… quando estamos felizes? Regozijando.
… quando vencemos? Contente.
… quando superamos a adversidade? Animado.
… quando erramos? Nos admoestando.
… quando perdemos um ente querido? Nos fortalecendo.
… quando fracassamos? Nos sustentando.
… quando estamos sofrendo? Sendo misericordioso.
… quando “sumimos”? Nos achando.
… quando pecamos? Nos perdoando.

O verdadeiro amigo se preocupa e se compromete. Ele busca, ele não esquece. O verdadeiro amigo nos quer por perto; ele não desiste; ele não desanima. O verdadeiro amigo não faz acepção; não julga; não condena. O verdadeiro amigo procura enxergar o coração e não o exterior.

Seja um verdadeiro amigo!

“Algumas amizades não duram nada, mas um verdadeiro amigo é mais chegado que um irmão.” (Provérbios 18:24 NTLH)

“O olhar de amigo alegra ao coração…” (Provérbios 15:30a)

“Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão.” (Provérbios 17:17)

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos.” (João 15:13)