Meditação – Provérbios 16:28

Postado em Atualizado em

Separando os maiores amigos

 

reconciliacao-1“O homem perverso espalha contendas, e o difamador separa os maiores amigos.” (Provérbios 16:28)

 

– Sendo “vítimas” ou não de algum problema com alguém, não podemos contar a todos o acontecido, pois Jesus nos ensina a procurar a própria pessoa para buscar a reconciliação (Mateus 5:23,24; 18:15). Muitos, ao invés de seguirem o ensinamento de Cristo, descrito nestas passagens de Mateus, preferem contar a outros, e desta forma, acabam criando contendas até mesmo entre amigos e irmãos. Espalhar contendas é atributo dos perversos, e separar amigos é atributo do difamador.

Procurar alguém maduro espiritualmente para se aconselhar quanto à questão é louvável; e um cristão maduro instruirá o outro a fazer o que é certo diante de Deus. Jesus foi muito claro ao dizer que se eu tenho algo contra alguém, eu preciso procurá-lo para resolver a questão (Mateus 18:15), e em contrapartida, se eu ficar sabendo ou lembrar que alguém tem algo contra mim, preciso agir da mesma forma (Mateus 5:23,24). Esta é a vontade de Jesus para todos os cidadãos do reino.

Concluímos então que pelo ensinamento do Senhor, tanto ofensor como ofendido em algum desentendimento, tem a responsabilidade de buscar a reconciliação.

Em um desentendimento, geralmente pensamos que o ofensor é quem precisa, ou tem a obrigação de buscar a reconciliação, mas Jesus diz que ela deve ser buscada por qualquer uma das partes (ofensor ou ofendido – conforme Mateus 5:23,24; 18:15). Esta é vontade de Deus, e quem irá contra ela?

Ser um autêntico seguidor de Cristo exigirá uma entrega total e abnegação para andar na profundidade de Seus ensinamentos. Quem anda na superficialidade da Palavra de Deus nunca experimentará os desafios da vida cristã e jamais amadurecerá na fé. É por isso que “estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7:14). “Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé” (Gálatas 6:10).

Não importa quando e quantas vezes já erramos, o importante é se conscientizar do que precisa ser feito e fazer a coisa certa. Fazer aquilo que agrada a Deus, glorifica seu nome e nos coloca em paz com Ele e com nosso semelhante (Romanos 12:17-19).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s