Descobrindo e suprindo as necessidades do cônjuge

Postado em Atualizado em

“Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” – (Efésios 5:21)

 

1 – Descobrindo…

 

“Houve um homem de Ramataim-Zofim, da região montanhosa de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, … Tinha ele duas mulheres: uma se chamava Ana, e a outra, Penina; Penina tinha filhos; Ana, porém, não os tinha. Este homem subia da sua cidade de ano em ano a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos, em Siló… No dia em que Elcana oferecia o seu sacrifício, dava ele porções deste a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos e filhas. A Ana, porém, dava porção dupla, porque ele a amava, ainda mesmo que o SENHOR a houvesse deixado estéril. Então, Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que estás de coração triste? Não te sou eu melhor do que dez filhos?” (1 Samuel 1:1-5,8)

 

Sabemos que no Antigo Testamento, Deus permitiu que alguns homens tivessem mais de uma esposa, como por exemplo, o patriarca Jacó e também o pai do profeta Samuel, chamado Elcana, conforme 1 Samuel 1. Mas sabemos também que a poligamia não é permitida no Novo Testamento – que é a autoridade para os cristãos na Nova Aliança -, conforme podemos comprovar em 1 coríntios 7:2: “… cada um tenha a sua própria esposa, e cada uma, o seu próprio marido.” E com certeza, a união com mais de uma mulher, não era a vontade de Deus quando Ele instituiu o matrimônio relatado em Gênesis 2:24: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.”

 

Utilizando o exemplo do relacionamento de Elcana e sua esposa Ana, podemos observar que é perfeitamente possível descobrir as necessidades um do outro. Porém é preciso colocar em prática três passos importantes para que isto aconteça:

 

1° – Você deve amar seu cônjuge! (1 Samuel 1:5ab)

 

Elcana amava profundamente sua esposa Ana. Sem amor é impossível que haja um relacionamento agradável e verdadeiro. Em 1 coríntios 13:4-7, confirmamos o caráter desse amor descrito por Paulo. As responsabilidades de amor e submissão incluem outras coisas específicas; como por exemplo, a generosidade e a comunicação, que são os outros dois passos para descobrir e automaticamente suprir essas necessidades.

 

2° – Você deve ser generoso! (1 Samuel 1:5a)

 

Elcana expressou seu amor por Ana por meio de sua generosidade. Este tipo de amor busca o bem estar do outro independente de como ele é retribuído. Deus foi generoso conosco quando nos amou dando Seu filho em favor de nossa salvação eterna, pois o que merecíamos era a condenação por causa de nossas transgressões.

 

3° – Você deve comunicar com seu Cônjuge! (1 Samuel 1:8)

 

Este terceiro passo é mais direcionado aos homens, porque geralmente as mulheres comunicam bem mais, mas isso não quer dizer que todas as mulheres se abrem com seus maridos. É importante que todas busquem esta qualidade assim como os homens devem buscar. Para amar sua esposa, o marido tem que se comunicar com ela ou vice-versa. Para procurar o melhor bem estar da esposa, ele precisa entender as necessidades e desejos dela ou vice-versa.

 

No exemplo de Elcana e Ana, vemos como Ele fez para descobrir as necessidades dela. O marido comunicando o porquê de suas decisões, a esposa se submeterá espontaneamente. A comunicação franca entre esposo e esposa permite um entendimento melhor, evitando dessa forma, muitos desentendimentos. A comunhão em quesitos, como sonhos, temores e opiniões por meio de uma comunicação franca e aberta, resulta em uma união cada vez mais íntima.

 

Com este terceiro passo para descobrir as necessidades de seu cônjuge, praticamente já estaremos suprindo uma das necessidades do casal, especialmente a das mulheres que é a comunicação. Veja uma pesquisa abaixo com as necessidades de homens e mulheres.

 

2 – Quais são as suas necessidades

 

Como seres humanos, temos naturalmente a necessidade de termos alguém ao nosso lado; seja um amigo; um companheiro; uma esposa; um marido; uma pessoa para nos auxiliar, ensinar, apoiar e dividir os momentos de nossas vidas, sejam eles felizes ou tristes. Deus pensando nisso criou a mulher para que ao lado do homem pudessem construir uma relação de intimidade, abertura e fidelidade (Gênesis 2:18).

 

Homens e mulheres têm diferenças, e essas diferenças não devem ser usadas como desculpas quando falhamos no nosso relacionamento. A verdade é que Eva supriu as necessidades de Adão e este supriu as necessidades dela. As diferenças entre o homem e a mulher, levam a ter necessidades que precisam ser supridas pelo outro.

 

Em uma pesquisa feita entre casais cristãos nos Estados Unidos, podemos exemplificar quais são as necessidades mais aparentes de homens e mulheres cristãos no matrimônio. Isto não quer dizer que as nossas necessidades seriam estas ou estariam na ordem apresentada. Compare e veja se estas são as suas necessidades, em qual ordem estaria ou se seria outras.

 

Pesquisa-1

3 – Suprindo as necessidades do cônjuge

 

Suprir as necessidades de seu parceiro matrimonial consiste em aplicar em sua vida as verdades encontradas na palavra de Deus. Primeiramente você deve conversar, comunicar e dialogar com ele; em segundo lugar, descobrir quais são as necessidades dele, e em terceiro lugar, fazer aquilo que agradará o seu cônjuge, procurando aos poucos ir suprindo aquelas necessidades que agora você já sabe. Reconhecer seus erros e perdoar são talvez, as maiores atitudes que você deve tomar para que seu relacionamento conjugal seja harmonioso como Deus deseja. Reconheça seus erros, suas falhas, suas limitações, arrependa-se, peça perdão, perdoe, para louvor e glória de Deus e para um testemunho sólido de vidas transformadas pela ação do Espírito Santo. Num mundo onde o casamento tem sido banalizado por aqueles que não conhecem e ignoram a vontade de Deus, precisamos mostrar que é perfeitamente possível termos casamentos felizes para toda a vida.

 

Dicas para seu relacionamento ser mais completo:

 

Para os homens

Sua esposa quer que você…

1 – Namore com ela (Cantares 1:1-4)

2 – Preste atenção nela. Contemple-a (Cantares 6:13)

3 – A valorize (Provérbios 31:10)

4 – Converse, comunique e dialogue

5 – Tenha um relacionamento de confiança com ela (Provérbios 31:11)

6 – Lidere o lar espiritualmente (1 Timóteo 3:2-4)

 

Para as mulheres

Seu marido quer que você…

1 – Não o censure ou critique (evite) (Provérbios 21:9)

2 – Agrade-o e mostre o seu amor (Tito 2:4)

3 – O admire

4 – O aprove

5 – Satisfaça seus desejos sexuais (Cantares 4:10; 1 Coríntios 7:5)

6 – Submeta-se em amor (Colossenses 3:18; Efésios 5:22; Atos 5:29)

 

Leitura de encorajamento:

 

“O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua esposa, e da mesma forma a esposa para com o seu marido.” (1 Coríntios 7:3)

 

Dedico este artigo a minha amada e querida esposa Claudia que o Senhor Deus me concedeu. Minha companheira, minha amiga, minha auxiliadora idônea, minha vida.

Anúncios

3 comentários em “Descobrindo e suprindo as necessidades do cônjuge

    Cristina Oliveira disse:
    6 abril, 2009 às 14:33

    Estava procurando um estudo sobre o relacionamento de Elcana e Ana, e fiquei muito feliz em achar este site. Que Deus continue os abençoando.

    Custódio Alves disse:
    7 maio, 2010 às 13:03

    Estava pesquisando sobre as necessidades de suprir (Esposa/Marido) no casamento.
    Obrigado pela rica exposição neste site.

    Claudia disse:
    19 julho, 2010 às 17:45

    Obrigada pela linda dedicação que me fez no artigo. Amo você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s