Contenda

Apagando o fogo

Postado em Atualizado em

O sábio disse uma coisa óbvia com relação ao fogo – que incendeia e destrói – para ilustrar problemas de relacionamentos entre seres humanos: “Sem lenha, o fogo se apaga” (Provérbios 26:20a).

Leia o resto deste post »

Anúncios

O destruidor

Postado em Atualizado em

O sábio disse que o perverso é espalhador de contendas, e o difamador é capaz de separar os maiores amigos em Provérbios 16:28.

Questões para meditarmos: Temos agido como algum destes? Vivemos a contender e espalhar contendas entre outros? Falamos de outras pessoas por detrás com outros, espalhando contendas e difamando-as, promovendo até a separação de grandes amigos?

Leia o resto deste post »

Meditação – Filipenses 2:14-16

Postado em Atualizado em

Fazei tudo sem murmurações

 

Flilpenses-214-16“Fazei tudo sem murmurações nem contendas, para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente.” (Filipenses 2:14-16)

 

– Encontramos aqui uma chave para nos tornarmos cristãos autênticos: “Fazei tudo sem murmurações nem contendas”. Mas o que é murmurar? Murmurar é difamar, cochichar, resmungar, queixar-se em voz baixa ou conversar às escondidas de alguém. O apóstolo Paulo foi enfático ao dizer que precisamos fazer tudo sem murmuração, ou seja, naquilo que vamos fazer para Deus, devemos fazê-lo com gratidão em nossos corações.

Geralmente resmungamos quando temos que fazer algo que nos desagrada, mas que é o certo a fazer. Precisamos lembrar que muitas coisas que Deus nos pede, são muito difíceis e são poucos que realmente fazem. Tem algo que o Senhor pediu pra você fazer, mas ainda não o fez ou tem murmurado em relação a isso?

Paulo também diz para fazermos tudo sem contendas. Contender é brigar, rivalizar, competir, contrapor-se. Jesus não nos chamou para brigar uns com os outros, “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Efésios 6:12). Muitos querem servir a Deus contendendo com os outros; sempre criando rixas e discussões vãs, que não levam a lugar algum, a não ser a própria contenda. Mas Jesus nos chamou para amar como Ele amou; servir como Ele serviu; e andar como Ele andou.

Precisamos agir de maneira que ninguém precise nos repreender. Precisamos falar a verdade uns com os outros, mesmo que isso nos faça sofrer. Precisamos agir de tal forma que ninguém tenha razão em nos culpar. Dessa maneira seremos luz para o mundo e não trevas. Seremos aqueles que preservam a Palavra de Cristo e praticam os seus ensinamentos.

O apóstolo Paulo se esforçou sobremaneira em seu serviço a Deus: em vós, a esperança da glória; o qual nós anunciamos, advertindo a todo homem e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo; para isso é que eu também me afadigo, esforçando-me o mais possível, segundo a sua eficácia que opera eficientemente em mim (Colossenses 1:27b-29). Que batalhemos “diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos” (Judas 1:3).

Meditação – Provérbios 6:16-19

Postado em Atualizado em

Coisas que o Senhor aborrece e abomina


Relampago-2

 

“Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos.” (Provérbios 6:16-19)

 

– Neste provérbio Salomão lista seis coisas que aborrece a Deus, ou seja, coisas que ele detesta; e a sétima que Ele abomina, ou seja, o Senhor odeia.

As seis coisas que Deus detesta – Olhos altivos: atitude daqueles que se ensoberbecem e agem com arrogância. Língua mentirosa: atitude daqueles que não tem compromisso com a verdade. Os que vivem da mentira. Mãos que derramam sangue inocente: atitude daqueles que agem com crueldade, violência e injustiça para com os outros. Coração que trama projetos iníquos: atitude daqueles que planejam e agem contra a vontade de Deus e contra aqueles que foram justificados pelo sangue do Cordeiro. Pés que se apressam a correr para o mal: atitude daqueles que buscam e se alegram com o pecado. Testemunha falsa que profere mentiras: falso testemunho – atitude daqueles que dão crédito e apoiam a mentira.

E a sétima coisa, aquela que o Senhor odeia – O que semeia contendas entre irmãos: atitude daqueles que falam mal dos outros e semeiam o desentendimento, a desordem e a desarmonia com suas intrigas, fofocas e mexericos e afastam até os melhores amigos e irmãos.

Que possamos refletir bastante sobre estas seis coisas que Deus se aborrece e a sétima que Ele abomina, e dessa forma fugir delas, para seguir “a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor” (2 Timóteo 2:22).

Meditação – Provérbios 26:20

Postado em Atualizado em

Sem lenha, o fogo se apaga

 

Vela-1“Sem lenha, o fogo se apaga; e, não havendo maldizente, cessa a contenda.” (Provérbios 26:20)

 

– Todos deviam ler mais os livros de sabedoria da Bíblia, além é claro de toda ela, especialmente o Novo Testamento. Na prática é realmente isso que acontece; se acaba a lenha, “o fogo se apaga”.

Nos relacionamentos humanos é assim: se acaba a “lenha”, “o fogo se apaga”. Se você ficou sabendo de algo, não ponha mais “lenha na fogueira”! Guarde consigo ou busque a ação de acordo com a Palavra de Deus (Provérbios 11:13).

Se alguém vem a você contar algo contra outrem, não ponha mais “lenha na fogueira”! Repreenda essa pessoa e a encoraje resolver a questão conforme instrução bíblica.

Se você se desentendeu com alguém, não ponha mais “lenha na fogueira”! Siga as instruções de Jesus e busque a reconciliação (Mateus 5:25; Efésios 4:26). Se alguém errou com você, não ponha mais “lenha na fogueira”! Busque a reconciliação e dessa forma “apague a fogueira” (Mateus 18:15).

O maldizente precisa ser repreendido, não apoiado. Se acaba a lenha, “o fogo se apaga”. O mexeriqueiro precisa de correção, não de incentivo (Levítico 19:16a). Se acaba a lenha, “o fogo se apaga”. Barrando a intriga e o mexerico, “o fogo se apaga”. A razão disso tudo: “cessa a contenda” e Deus é glorificado.