Nada senão a verdade

Postado em Atualizado em

Reflexão 112Estamos dispostos a ouvir o que não queremos ouvir? A tendência humana é recusar dar “ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas” (2 Timóteo 4:4). É muito mais fácil ouvir uma “fábula” do que ouvir a verdade.

O rei de Israel, Acabe, envolto na idolatria e na perversidade, recusava-se ouvir a verdade por meio dos profetas de Deus, dando lugar as palavras que ele queria ouvir de seus próprios profetas. Ele envolveu o bom rei de Judá, Josafá, em mais uma de suas desobediências ao Senhor (1 Reis 22:1-28).

Recusar a verdade é recusar ouvir a Palavra de Deus, pois a Palavra de Deus é a verdade e ela é “viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração” (Hebreus 4:12). Porém, Jeremias disse que “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (17:9).

Só Deus é capaz de conhecer as profundezas de nossos corações e pensamentos. “E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas” (Hebreus 4:13). Deus conhece realmente nossas intenções e razões, portanto, vivamos com sinceridade, reverência e temor diante dEle.

É muito mais fácil dar ouvidos a uma “fábula” que satisfaça as vaidades e desejos egoístas, do que dar ouvidos a verdade, que transforma o caráter, quebrando o vaso e fazendo um novo. É fácil cantar o cântico “Eu quero ser”, “quebra a minha vida e faça-a de novo, eu quero ser um vaso novo”, mas estamos dispostos e convictos a enfrentar as conseqüências e possíveis dores desta decisão, pois cantar louvores a Deus também é pedir que Ele faça em nossas vidas o que o cântico descreve. Muitos cantam por cantar, porque acham bonito, faz bem e é bom, mas devemos estar entre aqueles que cantam louvores a Deus convictos e conscientes do que representa estes louvores para Deus e para nós, e estarmos preparados para o que vier. Quando cantarmos “quebra a minha vida e faça-a de novo”, estejamos preparados para Deus mudar completamente as nossas vidas, ou seja, retirar tudo aquilo que não deve estar no “templo” de adoração, pois os cristãos são santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo” (2 Coríntios 6:16b).

O rei Acabe recusou dar ouvidos a verdade e as consequências para ele foram trágicas (1 Reis 22:29-40). Que possamos estar dispostos a ouvir a verdade, independentemente do que tenhamos que enfrentar, como muitos dos servos de Deus e também o próprio Senhor Jesus. Devemos dizer e viver como o apóstolo Paulo: “Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Filipenses 1:21).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s