Elias - 2

“Então, lhe enviou o rei um capitão de cinqüenta, com seus cinqüenta soldados, que subiram ao profeta, pois este estava assentado no cimo do monte; disse-lhe o capitão: Homem de Deus, o rei diz: Desce. Elias, porém, respondeu ao capitão de cinqüenta: Se eu sou homem de Deus, desça fogo do céu e te consuma a ti e aos teus cinqüenta. Então, fogo desceu do céu e o consumiu a ele e aos seus cinqüenta.” (2 Reis 1:9,10)

Como já havia citado em uma mensagem anterior – A rebeldia de um rei -, não existe idade para servir a Deus. O profeta Elias é a grande prova disso. Já com uma idade avançada, depois de travar batalhas impressionantes durante mais de vinte anos contra Jezabel e o rei Acabe, agora está de novo na ativa, ainda contra Jezabel e agora também, contra o rei Acazias, o filho e sucessor do rei Acabe. Apesar dos anos passarem, Elias ainda era o homem de Deus em Israel, e também o homem do fogo; aquele pelo qual, Deus agia poderosamente.

O pré-requisito para servir ao Senhor e aos seus propósitos aqui neste mundo não é a nossa idade, força, aparência física, inteligência secular, vocabulário ou grau de instrução, mas um coração segundo o coração de Deus. Um coração que o obedece e o busca.

“Bem-aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na lei do SENHOR. Bem-aventurados os que guardam as suas prescrições e o buscam de todo o coração; não praticam iniqüidade e andam nos seus caminhos. De todo o coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos. Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Salmo 119:1-3,10,11).

Se desejamos servir a Deus e ser úteis e perfeitamente usados por Ele aqui na terra, devemos dizer a Ele: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Salmo 51:10). Elias tinha um coração puro e um espírito inabalável para servir ao seu Senhor contra terríveis opositores. Elias era “o exército de um só homem” de Deus, porque quem está com o Senhor, sempre será maioria absoluta. E estar com Deus é cumprir cabalmente aquilo que Ele manda, assim como Elias o cumpria.

“Tu ordenaste os teus mandamentos, para que os cumpramos à risca” diz Salmo 119:4. Quem quer agradar aos homens, não serve aos propósitos de Deus. “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo” (Gálatas 1:10). Quem quer agradar a Deus, precisa obedecer aquilo pelo qual Ele manda fazer; e mesmo que tudo e todos estejam contra, na companhia de Deus será “o exército de um só homem” contra as forças do mal.