Trabalhando pelo reino

Postado em Atualizado em

“Vendo-o, pois, os discípulos dos profetas que estavam defronte, em Jericó, disseram: O espírito de Elias repousa sobre Eliseu. Vieram-lhe ao encontro e se prostraram diante dele em terra.” (2 Reis 2:15)

Segundo Reis capítulo 2 registra os momentos finais do profeta Elias neste mundo. Acompanhado por aquele que o substituiria – Eliseu -, este aprendiz de profeta ficou com ele até os instantes finais. O aprendiz fez um interessante pedido ao seu instrutor: “Peço-te que me toque por herança porção dobrada do teu espírito” (2 Reis 2:9b). A resposta do profeta Elias que se seguiu deve ter despertado a curiosidade de Eliseu: “Dura coisa pediste. Todavia, se me vires quando for tomado de ti, assim se te fará; porém, se não me vires, não se fará” (2 Reis 2:10). Talvez ele se perguntou o que seria “quando for tomado de ti”? Eliseu com certeza receberia a porção dobrada do espírito de Elias, pois o acontecimento seguinte comprovou a resposta do profeta: “Indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho. O que vendo Eliseu, clamou: Meu pai, meu pai, carros de Israel e seus cavaleiros!” (2 Reis 2:11,12a). O verso 15 reforça que o pedido de Eliseu ao profeta foi correspondido: “O espírito de Elias repousa sobre Eliseu”.

A verdade é que Eliseu começou absorver o espírito de Elias bem antes deste episódio, a partir do momento que ele aceitou o chamado do profeta e começou a andar junto a ele como seu discípulo. Andar com Elias não foi uma tarefa fácil para Eliseu, pois teve de aprender em duras tarefas como agia um profeta de Deus e o que ele enfrentaria. Elias não aliviou para o seu aprendiz, pois a dura tarefa que estava por vir, não seria nada fácil e Eliseu precisava estar bem preparado. Elias não fazia uso de coisas supérfluas e de situações cômodas; o caminho foi duro, difícil e nada animador, porém, Eliseu perseverou até o fim.

O que Elias diria àqueles que querem comodidade e recompensa (humanamente falando) por seu “trabalho” em prol do reino? Será que Eliseu estava gostando de andar (aprender) com Elias? Será que gostaríamos de andar com Elias e aprender com ele a realidade de servir a Deus?

Eliseu aceitou o chamado do Senhor através de Elias; ele deixou tudo, inclusive, talvez, a comodidade com a sua parentela, para servir a Deus; e ele precisou aprender; aprender com um professor, e talvez, um professor que muitos hoje rejeitariam. Andar por lugares estranhos, passar frio, fome e perigos; será que é isto que gostaríamos de passar? Ou melhor, será que não é isto – ou coisas semelhantes a estas – que Deus usaria para aprendermos a dar valor o que tem valor e rejeitar os supérfluos, comodidades e encantos que o mundo oferece?

Será que o nosso caráter será transformado se não passarmos por tribulações? Será que cresceremos como cristãos se não passarmos por dificuldades e aflições? Quem não está disposto a passar por estas coisas, dificilmente amadurecerá, e consequentemente continuará andando na superficialidade da Palavra de Deus. Muitos, quando chegam às dificuldades e aflições deixam o caminho. Já outros, cedem aos encantos e delícias do mundo e se afastam de Cristo (Veja Jo 3:19). Como estamos indo?

Jesus deixou claro para os seus seguidores: “No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo” (Jo 16:33b). O Senhor não escondeu de ninguém que o caminho é apertado e a porta é estreita “e são poucos os que acertam com ela” (Mt 7:14). Que a nossa esperança seja a de estar entre estes poucos que acertam com o caminho trilhado por Cristo.

Meditemos em 3 grandes personagens da história bíblica, para tirar lições para as nossas vidas no trabalho em prol do reino: O profeta Elias (1 Rs 17:1-16), João Batista (Mt 3:1-15) e o apóstolo Paulo (2 Co 11:21-28). Eles são exemplos de dedicação, zelo e vida consagrada a Deus. Sigamos, portanto, o exemplo deles!

Anúncios

Um comentário em “Trabalhando pelo reino

    Leandro disse:
    26 julho, 2010 às 12:27

    Mto bom os textos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s