O homem cristão no lar – I

Postado em Atualizado em

Servindo como cabeça
O homem a serviço do rei Jesus

Efésios 5:22-6:4 é um texto muito bom para nos apoiarmos e aprendermos sobre os papéis individuais no casamento. Paulo instruiu a todos os membros do lar neste trecho e antes deixou algo muito importante que devemos levar em consideração: “sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” (v. 21). Sujeição não parece ser uma palavra que esteja entre as primeiras do nosso vocabulário, mas o apóstolo aqui mostrou que precisa estar (1 Coríntios 15:26-28; Tito 2:1,2; Tiago 4:7; 1 Pedro 2:13-17). Sujeição nos lembra de submissão e isto nos faz pensar que é algo direcionado somente as mulheres, certo? Errado! Sujeição está ligado à vida cristã e atinge a todos; na igreja, na vida e no lar. Submissão tem a ver com humildade e não com inferioridade. Se não estamos dispostos a nos sujeitar, tão pouco estaremos preparados para assumir um lar como Deus quer e deseja (ver apêndice).

Jesus é o rei dos reis; ele nos chama a servi-lo e a partir do momento que aceitamos seu convite nos submetendo ao batismo, passamos a ser seus súditos, seus servos (1 Timóteo 6:13-16). Serviço é a palavra de ordem na vida cristã (João 6:27; Lucas 10:2; Judas 3), e o lar é onde começamos servindo ao rei. No lar encontramos várias formas de servir: servimos como cabeça, servimos como marido, servimos como pai e servimos como filho. Estamos dispostos a servir?

Três versos chave para os homens estão inseridos na passagem: 5:23, 25 e 6:4. Respectivamente eles falam do homem como cabeça, marido e pai, e estes serão os sub-temas abordados nos estudos sobre o tema geral “O homem a serviço do rei Jesus”.

“O marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo.” (Efésios 5:23)

Aqui Paulo faz uma ligação muito importante para entendermos o papel do homem no lar. O marido (Cristo) é o cabeça da mulher (igreja). A segunda oração do versículo mostra o papel do “marido” Cristo: Ele é o “salvador do corpo”. Cristo é o “marido” da igreja e ele é o salvador da mesma. Cristo é “o cabeça”, mas ao invés de maltratá-la, ele a salva. Parafraseando para o homem ficaria assim: o marido é o cabeça da mulher, sendo este mesmo o “salvador do corpo”. Na aplicação seria: o marido é o cabeça da mulher, sendo este o “salvador” (aquele que guia e direciona para Cristo, o Salvador) de sua mulher (sua esposa e filhos).

Deus quer homens que sirvam seus lares. Jesus sendo Senhor, serviu aos seus discípulos (João 13:13-15). Jesus quer contar com homens que estejam dispostos a assumir a cabeça de seus lares, ou seja, servir aos membros daquele lar. Ser cabeça, no exemplo de Jesus está ligado à servidão e não ao autoritarismo. Jesus nos chama a ser servos e não ditadores.

Deus ordenou que os homens assumissem a liderança em seus lares, não as mulheres. Com o auxílio do Espírito Santo o homem pode assumir e desempenhar seu papel com responsabilidade.

Alguns personagens bíblicos podem nos ajudar a enxergar a verdadeira liderança para aplicarmos em nossos lares. Deus quer líderes humildes e não arrogantes. Em Noé contemplamos coragem e obediência. Em Abraão vemos o maior exemplo de fé. Em Jó aprendemos a paciência. Em José podemos ver a pureza de uma vida. Em Calebe percebemos um otimismo muito difícil de alcançar. Em Davi encontramos a verdadeira confiança em Deus. Em Pedro vemos uma liderança dinâmica. Em Paulo aprendemos o que é trabalhar e se entregar completamente ao Senhor.

Muitas mulheres poderiam ser citadas, pelo seu exemplo, fé, trabalho e confiança em Deus, mas os exemplos masculinos incentivam a nos colocar no papel específico dentro do lar. Deus escolheu homens para serem líderes, ou melhor, para liderar. Deus quer que os homens se destaquem não pela brutalidade, arrogância e autoritarismo em seus lares, mas no caminho do serviço e da utilidade; e como mencionou David Roper, “Deus quer que os homens vejam o que deve ser feito e verifiquem se foi feito”.

Em 1 Timóteo 2:13 Paulo disse que “primeiro, foi formado Adão, depois, Eva”; e em 1 Coríntios 11:9 ele escreveu que “o homem não foi criado por causa da mulher, e sim a mulher, por causa do homem”. Razões bem claras para mostrar porque Deus definiu o homem como cabeça e a mulher como sendo submissa a ele no lar. Lembremos, porém, do exemplo de Jesus, que sendo cabeça, serviu e amou seus discípulos.

“A Bíblia ensina que, do ponto de vista da própria Bíblia e da natureza, o homem deve assumir a liderança; deixar de fazer isso seria errado, não bíblico e contra a natureza. Não sei por que esse é o plano de Deus. Tenho pensado se Deus deu essa instrução porque a natureza do homem é deixar que alguém faça”  escreveu David Roper em “O Lar cristão – Verdade para hoje”.

Sejam quais forem os motivos pelos quais Deus estabeleceu esta ordem, devemos submeter e como homens assumir o nosso papel no plano de Deus. Tendo em mente esta importante missão dada pelo Senhor, não podemos falhar neste quesito, pois Ele tem nos dado tudo o que precisamos para sermos bem sucedidos na prática de sua vontade (Efésios 1:3,4).

Em nossas casas Deus nos ensina e treina pelo exemplo de Cristo “o cabeça da igreja” a sermos o cabeça da mulher, o cabeça de nossos lares. Na passagem de Efésios, Paulo coloca esta responsabilidade sobre o marido (pai – 6:4).

Em nossas orações, nossos filhos ouvem seus nomes? Na parte espiritual quem dá as diretrizes? Quem sustenta o lar? Quem toma a iniciativa para os deveres e papel de cada um no lar? Quem toma a dianteira na resolução dos problemas que sobrevém a família? Algumas vezes, tanto na igreja como no lar – com suas exceções – as mulheres tomam a “dianteira” e fazem o trabalho que os homens deveriam fazer, ou pelo menos deveriam estar a par, cooperar e direcionar. Os homens devem tomar à dianteira, principalmente pelo exemplo; aquele que verdadeiramente persuadi os outros a fazerem. O verdadeiro líder faz primeiro o que precisa ser feito. O cabeça é primeiro a fazer, para desta forma, estimular os outros a fazerem também. Cristo “o cabeça da igreja” fez primeiro e foi exemplo para os outros que o seguiam. Pelo seu reto exemplo ele estimulou os apóstolos e demais seguidores a fazerem o mesmo. Como cabeça, Cristo é o exemplo perfeito para nos tornarmos seus imitadores.

“Tenho amigos homens que ficaram incomodados com o ‘movimento de liberação das mulheres’. Reclamavam das “mulheres tomarem a frente”. Ao mesmo tempo, pelo que qualquer um podia ver, eles nunca tomavam a frente de nada. Sim, alguns homens gostariam que todas as mulheres fizessem exatamente o que eles mandam, mas jamais aceitaram a responsabilidade dada por Deus implícita no fato de serem homens.” – por David Roper (O Lar cristão – Verdade para hoje)

Que como homens de Deus que somos, tendo o exemplo perfeito de Cristo “o cabeça da igreja”, possamos assumir o nosso papel, dado por Deus, dentro de nossos lares, ou seja, sermos o cabeça, para cuidar, guardar e guiar nossas esposas e filhos na obediência a Cristo e a sua vontade. Que pelo nosso exemplo venhamos persuadir nossos entes a seguir e obedecer ao rei Jesus. Tudo o que precisamos ele já nos concedeu. “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras.” (Hb 10:24)

Que Deus ajude a cada um de nós a tomar posse do lugar certo na liderança servil no crescimento espiritual de nossas famílias.

Apêndice:

A submissão masculina é diferente da submissão feminina, assim como a submissão dos pais é diferente da submissão dos filhos. Como eu disse no início deste estudo, submissão está ligado a humildade; de forma prática submissão é se sujeitar a alguém fazendo algo em seu  benefício. Um homem se submete a sua mulher quando este a ama como Cristo amou a igreja. Uma mulher se submete a seu marido, quando ela espontaneamente se sujeita a sua liderança. Pais se submetem ao seu filho criando-o na disciplina e admoestação do Senhor. Um filho se submete aos seus pais lhes obedecendo em tudo. Em regra geral todos se submetem uns aos outros em submissão a vontade do Criador; “sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” (Ef 5:21).

Nota: Estudo sobre o tema “O homem a serviço do rei Jesus”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s