O que o Espírito Santo faz pelos cristãos

O dom do Espírito Santo dado como presente a igreja, não era para capacitar os cristãos para a realização de milagres (Todos os cristãos recebiam esse presente [“dom” – Atos 2:38], mas nem todos realizavam milagres, pois estes eram realizados pelos apóstolos que receberam “poder” [Atos 1:8]; e àqueles os quais o apóstolos impunham as mãos). Qual era então o propósito desse presente? E o que o Espírito Santo faz hoje pelos cristãos? (Que o subtema que vamos tratar hoje aqui)

O cristão tem uma coisa que o pecador não arrependido não tem. O Espírito Santo não faz todas as coisas pelo cristão, mas Ele faz muitas coisas. Em Filipenses 1:19 Paulo referiu-se à “provisão do Espírito”: “Porque estou certo de que isto mesmo, pela vossa súplica e pela provisão do Espírito de Jesus Cristo, me redundará em libertação”. A palavra traduzida por “provisão” refere-se a “provisão abundante”. Deus tem nos provido abundantemente por meio do Seu Espírito. (Provisão: abastecer; fornecer; suprir; etc.)

Uma passagem importante sobre a obra do Espírito Santo nas vidas dos filhos de Deus é Romanos 8 – que pode ser intitulada como Glorificação. Neste capítulo, o Espírito Santo é mencionado quase vinte vezes. Vamos fazer uma breve análise do capítulo com o objetivo de aprender o que o Espírito Santo faz pelos cristãos.

1) VITÓRIA SOBRE O PECADO (8:110)

A conjunção “pois” no início do versículo 1 refere-se ao capítulo 7, que falou da fraqueza do espírito humano (veja 7:15,18,19,24). Agora, porém, um novo elemento foi adicionado: o Espírito Santo de Deus (8:1,2,3,4,5,9). Por meio do Espírito, podemos ter vitória em vez de derrota.

Romanos 7 – A fraqueza do espírito humano

15 – “Porque nem mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que prefiro, e sim o que detesto”

18 – “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo.”

19 – “Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço”

24 – “Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte?”

Romanos 8 – O Espírito Santo: Vitória sobre o pecado

1 – “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus”

2 – “Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte”

3,4 – 3 Porquanto o que fora impossível à lei, no que estava enferma pela carne, isso fez Deus enviando o seu próprio Filho em semelhança de carne pecaminosa e no tocante ao pecado; e, com efeito, condenou Deus, na carne, o pecado, 4 a fim de que o preceito da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito

5 – “Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito”

9 – “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele”

2) VITÓRIA SOBRE A MORTE (8:11)

“Se habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, esse mesmo que ressuscitou a Cristo Jesus dentre os mortos vivificará também o vosso corpo mortal, por meio do seu Espírito, que em vós habita”

Cristo ressuscitou dos mortos pelo poder de Deus. Semelhantemente, pelo Espírito que habita em nós, seremos ressuscitados. Visto que todos, bons e maus (João 5:28,29), serão ressuscitados. 28 Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão: 29 os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo”. Romanos 8:11 certamente se refere a sermos ressuscitados para a vida eterna.

3) VITÓRIA SOBRE A TENTAÇÃO (8:13)

“Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis”

No capítulo 7 Paulo perguntou: “Quem me livrará do corpo desta morte?” (v. 24). No capítulo 8 ele disse que, pelo Espírito, podemos mortificar os feitos do corpo (v. 13). Em outra passagem, Paulo disse que somos fortalecidos pelo Espírito no homem interior: “para que, segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior” (Efésios 3:16), e também: “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós” (Efésios 3:20). Há pessoas dizendo: “Assim que eu for capaz de viver a vida cristã, vou me tornar um cristão; vou me batizar”. Ê preciso entender que não se pode viver a vida cristã sem ser um cristão — um filho de Deus que tem a assistência do Espírito de Deus.

4) VITÓRIA SOBRE A INDECISÃO (8:14a)

“Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus”

Em toda a Bíblia, Deus “conduz” ou “guia” o Seu povo. Romanos 8:14 refere-se ao Espírito Santo guiando os cristãos. Deve-se evitar duas posições extremistas: a primeira é defendida pelos que alegam ser o Espírito Santo o responsável por todas as decisões que tomam; a segunda é defendida por cristãos que negam receber qualquer influência do Espírito Santo. O Espírito Santo nos guia de inúmeras formas. A forma mais precisa (e mais evidente) é pela Palavra que Ele inspirou: “Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus” (Efésios 6:17). Entre outras possibilidades está a providência divina: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8:28), como, por exemplo, “portas abertas”: “porque uma porta grande e oportuna para o trabalho se me abriu; e há muitos adversários” (1 Coríntios 16:9). Ele também pode nos guiar através de nossas consciências ou através do conselho de amigos tementes a Deus. O importante é entendermos que Deus está agindo em nossas vidas: “O Senhor firma os passos do homem bom e no seu caminho se compraz” (Salmo 37:23).

5) VITÓRIA SOBRE A INCERTEZA (8:14b17,23)

14 Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. 15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai. 16 O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. 17 Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e coerdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados. 23 E não somente ela (a criação), mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo”

O fato de que Deus nos deu o Seu Espírito quando fomos batizados (imersos nas águas) constitui uma prova poderosa de que somos Seus filhos e temos todas as bênçãos como Seus herdeiros. Em Efésios 1:3 lemos: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo”. O versículo 23 diz que temos “as primícias do Espírito”. As “primícias” ou os primeiros frutos da seara eram uma garantia do restante da colheita. “Primícias” significa basicamente o mesmo que “penhor” em Efésios 1:13, 14 e 2 Coríntios 1:21, 22; 5:5. O Espírito Santo é nossa “garantia” do céu. Romanos 8:16 diz: “O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”. Quanto mais vemos o que Deus nos faz através do Seu Espírito, mais convictos ficamos de que Ele nos ama e nos considera como filhos. Isso deve nos encher de confiança, plena certeza que estaremos com Ele por toda a eternidade se permeneceremos na fidelidade.

6) VITÓRIA SOBRE A FRAQUEZA (8:26,27)

26 Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. 27 E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos.”

Todos nós, às vezes, nos sentimos fracos. O Espírito Santo nos assiste em nossa fraqueza. “Assiste” vem de uma palavra grega composta que significa “pegar com” no lado “oposto”. Imagine-se tentando pegar um objeto pesado demais para uma pessoa sozinha movê-lo. Então, imagine alguém pegando na outra extremidade e erguendo o objeto com você. Em se tratando dos desafios da vida, esse Alguém é o Espírito Santo, ajudando-o a fazer o que não poderia fazer sozinho. O versículo 26 cita uma ilustração específica do Espírito Santo nos ajudando: Ele nos ajuda quando oramos.

7) CONCLUSÃO

Será que precisamos entender todas as coisas concernentes ao Espírito Santo para que Ele opere em nossas vidas? Não. A chave para o Espírito Santo agir em nossas vidas é “andar… segundo o Espírito”: “não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Romanos 8:4). Precisamos obedecer às instruções do Espírito que se encontram na Palavra de Deus, mais precisamente, no Novo Testamento. O Espírito Santo habita em você? Se não habita, você não pertence a Jesus: “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato, o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele” (v. 9): nesse caso, a única forma que existe é obedecer a vontade de Deus, e seguir os passos para a salvação, para receber este presente maravilhoso! Você precisa ouvir (o evangelho, as boas novas de Cristo), crer (que Jesus é o Filho de Deus), arrepender (dos pecados cometidos), confessar (os pecados, e Jesus como o Filho de Deus, único Senhor e Salvador), e ser batizado (imerso em água para remissão de pecados e receber o dom do Espírito Santo). E por fim, perseverar até a volta de Cristo!

38 Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. 39 Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar. 40 Com muitas outras palavras deu testemunho e exortava-os, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa” (Atos 2:38-40).

Texto adaptado de “O que o Espírito Santo faz pelos cristãos”, em “Romanos”, uma publicação de “Verdade para hoje”.