Bondade

Filhos da Luz

Postado em Atualizado em

A nossa parte: (Perguntas para reflexão)

1 – É possível andar na luz em meio ao emaranhado de trevas?
2 – Como devemos agir em relação às obras do pecado?
3 – A nossa posição em relação ao pecado e a Deus deve ser qual?
4 – Como devemos agir para não cair nas armadilhas do pecado?
5 – Qual deve ser a nossa atitude em relação ao Espírito Santo?

O que diz a palavra: Efésios 5:8-21

8  Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz 9  (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), 10  provando sempre o que é agradável ao Senhor. 11  E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. 12  Porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha. 13  Mas todas as coisas, quando reprovadas pela luz, se tornam manifestas; porque tudo que se manifesta é luz. 14  Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. 15  Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, 16  remindo o tempo, porque os dias são maus. 17  Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. 18  E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, 19  falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, 20  dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, 21  sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.”

Leia o resto deste post »

Anúncios

Meditação – Efésios 2:6,7

Postado em Atualizado em

Juntamente com Ele

 

Efesios-267“… e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus.” (Efésios 2:6,7)

 

– Estando nós mortos” nos nossos “delitos e pecados”, Deus nos deu vida juntamente com Cristo”, por causa de sua misericórdia e o grande amor com que nos amou”, e pela graça” fomos salvos (vers. 1 a 5).

Deus exerceu sua misericórdia por nós através de Jesus, nos livrando da condenação certa por causa de nossos delitos e pecados”; nosso destino não era outro senão a perdição eterna, pois como já dizia o profeta Ezequiel: “a alma que pecar, essa morrerá” (18:4,20).

Deus não apenas nos perdoou, Ele nos deu vida, a salvação e como podemos confirmar aqui, também fomos ressuscitados e recebemos o privilégio de assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus”. Quer glória maior do que esta? Mas que não nos enganemos, não recebemos esta glória por que merecemos, mas pela graça e misericórdia de Deus.

O Senhor faz o chamado através de seu Filho Jesus e quem ouve, atende e se entrega a Ele pelo batismo, recebe tais bênçãos, porém quem não ouve e rejeita já tem como certa a sua sentença: “a alma que pecar, essa morrerá”; pois só em Cristo Jesus alcançamos a vida, a salvação e a ressurreição, pois todos estavam mortos nos vossos delitos e pecados”.

A Bíblia afirma que “todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Romanos 3:23). Deus fez e faz tudo isto por causa de seu amor e para mostrar a todos a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus.”

 

Meditação – 1 Pedro 4:19

Postado em Atualizado em

Sofrendo segundo a vontade de Deus

 

“Por isso, também os que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem a sua alma ao fiel Criador, na prática do bem.” (1 Pedro 4:19)

 

– Abel foi assassinado porque agradou a Deus em sua oferta. Noé sofreu zombarias e escárnios, pois foi obediente a Deus cumprindo suas instruções. Abraão sacrificou – espiritualmente – seu filho oferecendo-o a Deus. José foi acusado e preso por ter se mantido fiel a Deus e a seu senhor no Egito. Moisés sofreu duramente no deserto por ter rejeitado ser reconhecido como um egípcio e desfrutar de ínfimos prazeres pecaminosos. Jó foi duramente provado quando Deus permitiu que Satanás tirasse tudo o que ele possuía, inclusive a saúde física. Os primeiros discípulos foram intensamente perseguidos e mortos por causa de sua nova fé em Cristo.

Muitos outros poderiam ser descritos aqui conforme a Palavra de Deus, mas finalizo com Jesus, que sendo Deus, foi rejeitado pelos homens, torturado e morto por ter sido obediente a vontade do Pai.

Todos eles encomendaram suas almas ao Supremo Criador, pois praticaram a verdade, sendo obedientes a Deus apesar da perseguição, injustiça e desprezo dos homens. Quer encomendar sua alma ao Senhor? Pratique o bem e garanta sua salvação em Cristo.

 

Meditação – 1 Pedro 3:17

Postado em Atualizado em

Sofrendo por praticar o que é bom

 

“porque, se for da vontade de Deus, é melhor que sofrais por praticardes o que é bom do que praticando o mal.” (1 Pedro 3:17)

 

– Muitos sofreram por praticar o que é bom; por viver segundo a vontade de Deus. Podemos enumerar uma lista enorme aqui, mas apenas os sofrimentos de Cristo são suficientes para retratar o que Pedro diz neste verso.

Ele foi “… desprezado e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores e que sabe o que é padecer… Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades… Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca; como cordeiro foi levado ao matadouro… Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos” (Isaías 53).

Deus disse através do mesmo profeta que os seus pensamentos não são os nossos pensamentos, nem os nossos caminhos, os seus caminhos (Isaías 55:8). Será por isso que o caminho que conduz ao céu é apertado, sua porta é estreita e são poucos que acertam com ela? (Mateus 7:13,14). Com certeza sim, pois são poucos que querem sofrer por causa do evangelho; que querem dar a sua vida integralmente ao Senhor; que renegam tudo quanto tem ou é por causa de Cristo.

“… disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Mateus 16:24).

Meditação – Mateus 5:45

Postado em Atualizado em

Filhos do Pai celeste

 

“…para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos.” (Mateus 5:45)

 

– Todos querem ser filhos de Deus e muitos dizem ser filhos dEle. Mas o querer e dizer não garante que isso realmente seja verdade. Muitos se iludem imaginando que tudo acontece automaticamente, bastando dizer e querer: “eu sou filho de Deus”.

Jesus nos mostra que para ser um filho de Deus, é preciso fazer algo que vai além da capacidade natural de cada um de nós. Por que pelas nossas próprias forças, nunca conseguiremos tal feito. O Senhor diz que para sermos filhos de Deus, precisamos agir como Ele age; fazer como Ele faz e amar como Ele ama.

No verso anterior (44), Jesus desafiou cada seguidor seu a amar aos inimigos e orar aos que lhes perseguem. Tal atitude é praticamente impossível para o homem guiado pela carne; mas para um verdadeiro filho de Deus, que é guiado pelo Espírito Santo, seu agir é em conformidade com a vontade de Deus.

Temos um Mestre e Ele nos ensina como devemos ser; temos um Pai e Ele nos dá o exemplo de como devemos viver e temos um Senhor que nos manda fazer aquilo que é da sua vontade. Deus derrama bênçãos como o sol e a chuva a qualquer um, mas há bênçãos que só os seus filhos recebem; uma delas é ser como Ele é.