Nada está fora

Criador

Absolutamente nada que acontece na terra está fora do controle, presciência e governo do Deus todo poderoso, Criador dos céus e da terra; e o fato de Deus permitir muitas coisas acontecerem aqui não quer dizer que é a sua vontade. Existe uma diferença muito grande entre “permissão” e “vontade” de Deus.

O homem em sua arrogância, cada vez mais se afasta de seu Criador, cometendo toda sorte de pecado e injustiças. Porém, Jesus continua sustentando pelo seu poder todas as coisas criadas, e quando o Pai dizer “basta”, é chegada a hora da volta do Salvador, querendo os homens ou não; aceitando ou não; crendo ou não.

Continue lendo

Anúncios

Excelente obra

O profeta Elias, assim como Moisés, dentre outros homens, serviram a Deus até sua velhice. Elias, que praticamente já estava aposentado dos serviços ao SENHOR, retornou a ativa quando o filho do rei Acabe, o rei Acazias começou a governar em Israel, tendo este, insultado sobremaneira a Deus consultando um deus pagão chamado “Baal-Zebube” (2 Reis 1:1-4), deus de Ecrom. Moisés, também em avançada idade, guiou o povo de Deus rumo a terra prometida.

Continue lendo

É inútil resistir

O episódio narrado em 2 Reis 1:9-12 entre o profeta Elias – “o homem de Deus” – e o rei Acazias, através de seus homens enviados por ele [primeiramente, um capitão, mais cinquenta soldados; e depois repetido o número de homens, totalizando, dois capitães e cem soldados consumidos pelo “fogo do céu”] pode chamar a atenção e ser chocante para muitos; porém devemos lembrar que Elias estava realizando a obra de Deus.

Continue lendo

Agrade ao SENHOR

O profeta Elias era “o exército de um só homem” de Deus, porque ele era o homem de Deus em Israel, e também o homem do fogo; aquele pelo qual Deus agia poderosamente (2 Reis 1:9,10).

Nos embates contra os homens do rei Acazias, Elias agiu só, mas não estava sozinho, Ele estava com Deus e Deus estava com ele – um capitão, mais cinquenta soldados enviados por Acazias não retornaram, pois foram consumidos pelo “fogo do céu”; depois, mais um capitão com mais cinquenta soldados, também foram consumidos. Por fim, Acazias enviou mais um capitão, e este de joelhos suplicou ao “homem de Deus” por sua vida e de seus cinquenta soldados – Elias então desceu com eles para encontrar com o rei (2 Reis 1:2-16).

Continue lendo